POLÍTICOS EM BAIXA, OVOS EM ALTA

Por Valentin Ferreira 

 

POLÍTICOS EM BAIXA, OVOS EM ALTA

Por Valentin Ferreira 

A ovada recebida por Doria em Salvador e toda comitiva comandada por ACM Neto, mostra que não é qualquer político que pode sair às ruas em tempos de Golpe. Se por um lado há uma indiferença com tudo o que está acontecendo, há  também grupos inconformados com certas figuras políticas.

Ovos, de vez em quando, entra na pauta das manifestações contra certos mandatários. Alguém pode até dizer que é uma agressão, mas vamos lá, uma ovada é muito menos do que a administração Doria tem feito com os pobres em São Paulo. Basta lembrar a indiferença do prefeito em relação ao episódio do jato de água fria para acordar as pessoas desabrigadas no cento da capital. A “limpeza” pretendida por sua administração tem discriminado e submetido pessoas como se lixo fossem.

No Brasil o campeão de ovadas é o ex-senador José Serra. Mas já foram “castigados” Marta Suplicy, Paulo Maluf, entre outros.

O “gestor” ousou no teste das ruas e pode perceber através do inconfundível cheiro do ovo, o odor do desemprego, na carência do povo confrontado com a arrogância do poder.

Porém, episódio deixa uma ponta de dúvida. Como excelente marqueteiro que é, Dória pode até ter “promovido” esta cena, para dela sair mais comentado. Afinal uma ovada na testa visto no Brasil inteiro, é muito melhor propaganda que um título de cidadão recebido às portas fechadas.

 

2 respostas para “POLÍTICOS EM BAIXA, OVOS EM ALTA”

  1. Agressão se da nas urnas, afinal moramos em um país civilizado , nada justifica esse ato de pura selvageria e ignorância…

  2. Kkkkk. Selvageria?
    Pergunte aos dependentes residentes da famosa “Cracolândia” sobre os atos do prefeitinho Showman. Demolição de residência com vidas dentro.
    Os ovos estão de bom tom para o digníssimo.

Os comentários estão desativados.