BRASIL DOS TRABALHADORES: 34,2 MILHÕES DE INFORMAIS E 33 MILHÕES REGISTRADOS

Postado por Valentin Ferreira

Pessoas procuram vagas de empregos em cartazes no centro de São Paulo. FERNANDO BIZERRA JR. EFE

Por Eoisa Mendonça / El País

Segundo o IBGE, somando os 11,1 milhões de trabalhadores que atuam sem carteira e os que resolveram trabalhar por conta própria (23,1 milhões), o total é maior que o número de trabalhadores registrados. São 34,2 milhões de informais para 33, milhões de registrados. Os números revelam, que apesar de alguns indícios de melhora na economia brasileira nos últimos meses, o mercado de trabalho ainda sofre com os efeitos da crise e, como é de costume, deve ser o último componente a reagir .

“Existe claramente uma entrada expressiva de pessoas trabalhando principalmente em ocupações voltadas para a informalidade. Não temos ainda recuperação da carteira, não existe qualquer indício disso. Qualidade do emprego gerado, portanto, é questionável”, afirmou em coletiva de imprensa nesta semana Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.

Leia Matéria Completa :Elpais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *