BLOCOS E SAMBAS ENREDO MOSTRAM QUE CARNAVAL TAMBÉM É ESPAÇO PARA POLÍTICA NO RIO

Postado por Valentin Ferreira

Uma das marcas do carnaval deste ano é a politização dos temas dos blocos e dos enredos das escolas de samba em todo o Brasil / Fernando Maia/ Riotur

De reforma trabalhista a legalização da maconha, o carnaval deste ano estará recheado de pautas e demandas sociais

Mariana Pitasse/ Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)
Uma das marcas do carnaval deste ano é a politização dos temas dos blocos e dos enredos das escolas de samba em todo o Brasil. No Rio de Janeiro não poderia ser diferente. De reforma trabalhista, a feminismo e legalização da maconha, o carnaval deste ano estará recheado de pautas e demandas sociais aproximando ainda mais a folia da política e mostrando que carnaval é, também, um espaço de luta.
Ler Matéria completa: Brasildefato

A “TELINHA” ESTÁ DEIXANDO AS PESSOAS MENOS FELIZES

Postado por Valentin Ferreira                      FOTO: SUZANNE PLUNKETT /REUTERSPESQUISA MOSTROU QUE ADOLESCENTES E ADULTOS ESTÃO MENOS FELIZES

Por Nexojornal./ ARTIGO ORIGINAL What might explain the unhappiness epidemic? The Conversation 22 de janeiro de 2018 Autoria: Jean Twenge Tradução: Camilo Rocha

O QUE PODE EXPLICAR A EPIDEMIA DE INFELICIDADE?

Todos gostaríamos de ser um pouco mais felizes. O problema é que muito do que determina a felicidade está fora do nosso controle. Alguns de nós somos geneticamente predispostos a ver o mundo através de lentes cor de rosa, enquanto outros têm uma perspectiva geralmente negativa. Coisas ruins podem acontecer, para nós e no mundo. As pessoas podem ser cruéis, e trabalhos podem ser tediosos.

Mas temos algum controle sobre como gastamos nosso tempo de lazer. É uma razão pela qual vale perguntar quais atividades de lazer estão ligadas à felicidade e quais não estão.

Em uma nova pesquisa feita com um milhão de adolescentes americanos, eu e meus colegas examinamos como adolescentes estavam gastando seu tempo livre e quais atividades eram correlacionadas com felicidade e quais não eram.

Link para ler  matéria completa: Nexojornal.

SEREMOS HISTÓRIA? DOCUMENTÁRIO DENÚNCIA! Por Leonardo DiCaprio

Postado por Valentin  Ferreira

O documentário Seremos História? (Before the Flood, 2016), produzido e apresentado pelo ator Leonardo DiCaprio, foi lançado em 2016 pelo canal National Geographic em 171 países e 45 idiomas. Quem não tem tv à cabo, pode assistir gratuitamente em diversas plataformas online. Só no canal americano do YouTube, o vídeo já ultrapassa 4 milhões de visualizações.

O vencedor do Oscar e ambientalista passou os últimos três anos pesquisando sobre o tema. Para fazer o documentário, DiCaprio viajou pelos cinco continentes para ver os efeitos do aquecimento global com seus próprios olhos. No caminho, ele levou a urgência do assunto a diversos líderes globais, como Barack Obama e Papa  Francisco, além de ativistas e cientistas.(sinopse do site juntospelaagua)

Abaixo, alguns endereços onde você pode assistir gratuitamente.

 

ALGORITMOS QUE PODEM ESTAR TOMANDO DECISÕES SOBRE SUA VIDA – SEM VOCÊ SABER

Postado por Valentin Ferreira

Algoritmos já estão presentes em diversas áreas de sua vida – Imagem Getty

Um vídeo que mostra o médico David Dao sendo removido de um voo da United Airlines em um aeroporto de Chicago, nos Estados Unidos, viralizou em abril passado.

O episódio gerou prejuízos à imagem da empresa americana, cuja tripulação queria que Dao cedesse seu lugar a um funcionário para que ele fosse ao destino do voo, Louisville, para render a equipe local. Mas quase nenhuma das críticas tratou de um elemento crucial do ocorrido: a necessidade de retirar o médico do voo foi decidida por uma máquina, mais especificamente por um programa de computador.

É exemplo clássico de como esses programas, conhecidos como algoritmos, estão tomando decisões que afetam nossas vidas, muitas vezes sem que a gente sequer saiba disso. Continue lendo “ALGORITMOS QUE PODEM ESTAR TOMANDO DECISÕES SOBRE SUA VIDA – SEM VOCÊ SABER”

BEM-ESTAR E ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL (I). Por José Gomes Temporão

Postado por Valentin Ferreira

O ex-ministro da Saúde do governo Lula, José Gomes Temporão, esmiúça a ameaça iminente ao tripé SUS, Previdência e Assistência Social por parte do atual governo e lembra o poeta e compositor português José Afonso: “Um país que os velhos rejeita não é país, não é nada.”

 “Até os canalhas envelhecem”. Citando esta frase de Nelson Rodrigues, o ex-ministro da Saúde no governo Lula, José Gomes Temporão, abriu a sua apresentação, em outubro passado, quando participou do Seminário Perspectivas de Bem-estar e Envelhecimento Saudável. Organizada pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz, onde ele é pesquisador, e pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), em Manguinhos, no Rio de Janeiro, a reunião fez parte da série Futuros do Brasil. Agora, dois meses depois, é de grande atualidade. 

Continue lendo “BEM-ESTAR E ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL (I). Por José Gomes Temporão”

REPÓRTERES SEM FRONTEIRA DENUNCIA MORTES DE 2 JORNALISTAS BRASILEIROS

Postado por Valentin Ferreira

Foto :Agencia EFE / Dirk Waem

Por Agencia EFE Brasil

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) denunciou nesta quinta-feira o assassinato de dois repórtes brasileiros e exigiu que as autoridades do país investiguem se os crimes têm relação com seu trabalho como jornalistas.

Ueliton Bayer Brizon, dono do site “Jornal de Rondônia”, foi baleado na terça-feira quando estava em uma moto, acompanhado pela mulher. Já Jefferson Pureza Lopes, que apresentava um programa na “Beira Rio FM”, foi morto após dois indivíduos invadirem sua casa ontem na cidade de Edealina, no sul de Goiás.

“A Repórteres Sem Fronteiras pede às autoridades de Rondônia e Goiás que identifiquem o mais rápido possível os responsáveis por esses crimes tão covardes”, disse o diretor do Escritório para a América Latina da RSF, Emmanuel Colombié.

A organização disse que Brizon publicava notícias sobre a cidade de Cacoal, de 90 mil habitantes, em particular sobre a política local. De acordo com a RSF, o programa de Lopes, que também se dedicava a informações locais, não era “do agrado das autoridades”.

Segundo a organização, desde 2010, pelo menos 26 jornalistas foram assassinados no país por exercerem suas profissões.

O Brasil ficou no 103º lugar entre 180 países no ranking de liberdade de imprensa elaborado pela RSF em 2017.