DOENÇAS TERMINAIS, por Ana Roxo

Por Valentin Ferreira

Por Ana Roxo / no Nocaute

Sabe quando a gente está com algum tipo de sintoma, que pode ser uma doença ou pode ser só passageiro, e demora muito pra ir no médico, fica protelando com medo de que aquilo, de fato, seja uma doença, que você tenha que lidar com a doença, que você tenha alguma revelação de que você tenha que mudar o seu estilo de vida? E aí, finalmente, você vai no médico, passa por uma batelada de exames. Quando vem o diagnóstico, seus maiores medos se confirmam. Diagnóstico de uma doença fatal, irreversível. De uma doença que corrói, de uma doença que te apodrece por dentro.

Continue lendo “DOENÇAS TERMINAIS, por Ana Roxo”

DÁ UM PULINHO PARA FORA DO AQUÁRIO

Por Ana Roxo /Nocaute

Por Ana Roxo

A gente vai fazer uma distinção entre o que é natural e o que é naturalizado. Natural num ser humano são as coisas que nascem naturalmente com ele. Essencial, intrínseco, estou usando palavras difíceis hoje. Intrínseco que é próprio da essência, é essencial. No entanto, o ser humano não é um ser natural. Ele é um ser social, um ser cultural, um ser político.

Como que a gente fala de coisas que são naturais quando a gente não tem mais além do que é essencial, biológico, como necessidade de comer, de se reproduzir, de respirar, como a gente pode falar de coisas naturais? Como a gente pode ouvir frases como: é natural a desigualdade. Ou, o papel da mulher na casa é natural. Como a gente pode falar disso?

Continue lendo “DÁ UM PULINHO PARA FORA DO AQUÁRIO”