BLOCOS E SAMBAS ENREDO MOSTRAM QUE CARNAVAL TAMBÉM É ESPAÇO PARA POLÍTICA NO RIO

Postado por Valentin Ferreira

Uma das marcas do carnaval deste ano é a politização dos temas dos blocos e dos enredos das escolas de samba em todo o Brasil / Fernando Maia/ Riotur

De reforma trabalhista a legalização da maconha, o carnaval deste ano estará recheado de pautas e demandas sociais

Mariana Pitasse/ Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)
Uma das marcas do carnaval deste ano é a politização dos temas dos blocos e dos enredos das escolas de samba em todo o Brasil. No Rio de Janeiro não poderia ser diferente. De reforma trabalhista, a feminismo e legalização da maconha, o carnaval deste ano estará recheado de pautas e demandas sociais aproximando ainda mais a folia da política e mostrando que carnaval é, também, um espaço de luta.
Ler Matéria completa: Brasildefato

COM LUCROS DE R$ 53,8 BILHÕES EM 2017, BANCOS FECHAM 17 MIL POSTOS DE TRABALHO

Postado por Valentin Ferreira

Tarifas por serviços prestados aos clientes tem sido nova frente lucrativa de instituições bancárias / Marcos Santos/USP Imagens

Por Brasil de Fato

Os três maiores bancos privados do Brasil – Itaú, Bradesco e Santander – tiveram, juntos, lucro líquido de R$ 53,8 bilhões. A cifra representa um crescimento de mais de 15% em relação a 2016. Somente o Itaú alcançou o maior lucro de uma instituição financeira na história do Brasil: R$ 24,8 bilhões.

De outro lado, o setor cortou muitos postos de trabalho. É o que lembra Ivone Silva, presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

“O setor bancário fechou 17.905 postos de trabalho em 2017, de acordo com dados do Caged [Cadastro Geral de Empregados e Desempregados]. Para ajudar o Brasil a crescer, o setor bancário precisa começar a retribuir a sociedade, praticando juros civilizados, elevando a oferta de crédito, melhorando o atendimento à população através de contratações e contribuindo para melhorar as relações de trabalho e a estrutura salarial num país que ainda figura no topo do ranking mundial de desigualdade de renda”, diz.

Leia matéria completa: Aqui

FRENTE DE JURISTAS PELA DEMOCRACIA LANÇA CARTILHA SOBRE OS CRIMES DA LAVA JATO

Postado por Valentin Ferreira

Documento tem objetivo de questionar legalidade e impactos negativos da operação e desdobramentos no julgamento de Lula

Do Brasil de Fato

A Frente Brasil de Juristas pela Democracia lança, nesta semana, a cartilha“Os Crimes da Lava Jato”, uma ferramenta construída com o objetivo de apresentar para a população as ilegalidades cometidas pelos agentes públicos no funcionamento da operação Lava Jato.

De forma sintética, a cartilha expõe a dinâmica que a operação Lava Jato vem adotando nos últimos anos, ao ganhar os holofotes midiáticos rapidamente devido aos seus efeitos políticos.

Para isso, o documento se baseia no depoimento do advogado Rodrigo Tacla Duran, realizado no dia 30 de novembro de 2017. Ele prestou serviços para a construtora Odebrecht entre 2011 e 2016. Continue lendo “FRENTE DE JURISTAS PELA DEMOCRACIA LANÇA CARTILHA SOBRE OS CRIMES DA LAVA JATO”

LULA É VÍTIMA DO “ATIVISMO JUDICIAL”, Diz Eugênio Aragão

Postado por Valentim Ferreira

Integrante do Ministério Público Federal de 1987 a 2017, Aragão analisa papel das instituições no cenário atual / Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ex-ministro da presidenta Dilma Rousseff considera que julgamento será importante para defender democracia no país

Por Cristiane Sampaio / do Brasil de Fato

Um dos atores mais atentos às questões que circundam o ex-presidente Lula, o jurista Eugênio Aragão acompanha com indignação o “ativismo judicial” que considera ser um dos algozes do petista. Para ele, o contexto adverso faz do julgamento do próximo dia 24 apenas “uma pedra no caminho”, e não o fim da jornada, utilizando como referência o poeta Carlos Drummond de Andrade.

Integrante do Ministério Público Federal de 1987 a 2017 e ex-ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, Aragão considera que a data será importante para marcar não só a defesa do ex-presidente, mas também da democracia e do futuro do país. O Brasil de Fato conversou com exclusividade com o ex-ministro. Confira a entrevista 

Continue lendo “LULA É VÍTIMA DO “ATIVISMO JUDICIAL”, Diz Eugênio Aragão”

LULA: “FOME ESTÁ VOLTANDO NO BRASIL POR IRRESPONSABILIDADE DOS GOLPISTAS”

Postado por Valentin FerreiraLula inicia a terceira etapa da Caravana Lula pelo Brasil na próxima segunda-feira (4) - Créditos: Ricardo StuckertEm entrevista exclusiva ao Brasil de Fato o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala sobre as consequência do golpe para o país

Por Beatriz Pasqualino
Fome, desemprego e perda de direitos históricos. Esses são alguns exemplos do impacto do golpe na vida dos brasileiros, na avaliação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato. Para reverter esse cenário, Lula afirma que vai convocar um referendo revogatório, caso se candidate e seja eleito em 2018. Sobre as eleições presidenciais, ele dispara: “Eu não precisava ser candidato a presidente. Eu já fui, já fui bem sucedido. Mas eles cutucaram a onça com vara curta e a onça vai brigar”. Na entrevista, Lula volta a denunciar o papel da Rede Globo na perseguição política contra ele, em aliança com o Poder Judiciário, Ministério Público e Polícia Federal.

O ex-presidente afirma ainda que a Reforma da Previdência “é contra o trabalhador, contra o pobre”. E a respeito da questão agrária, Lula destaca o papel preponderante do agricultor familiar – e não do agronegócio – na produção da maior parte do alimento que chega à mesa dos brasileiros.

Leia a matéria completa e assista o Vídeo da entrevista: Aqui

“VIDA HUMANA NÃO PODE SE RESUMIR A TRABALHAR E PAGAR CONTAS”,diz Mujica

Postado por Valentin FerreiraNo primeiro dia da Jornada, movimentos denunciaram o retrocesso dos direitos trabalhistas no Brasil e na Argentina - Créditos: JornadaContinentalNo primeiro dia da Jornada, movimentos denunciaram o retrocesso dos direitos trabalhistas no Brasil e na Argentina / Jornada Continental

Do Brasil de Fato | São Paulo (SP)

“A vida humana não pode se resumir a trabalhar, pagar contas e fazer dívidas, como propõe o capitalismo. Defender o tempo livre e a liberdade é uma questão de princípios”. A declaração do ex-presidente do Uruguai José Pepe Mujica foi feita  na quinta-feira  (16) durante a Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo.

O mandatário, que participou do painel “Seguimos em luta: desafios frente à onda conservadora e os ataques à democracia”, defendeu a construção de estratégias de luta baseada na solidariedade entre os povos e na sustentabilidade da vida, em contraposição ao modelo proposto pelo capitalismo. Continue lendo ““VIDA HUMANA NÃO PODE SE RESUMIR A TRABALHAR E PAGAR CONTAS”,diz Mujica”