ISLÂNDIA CRIA LEI DE IGUALDADE SALARIAL ENTRE HOMENS E MULHERES

Postado por Valentin FerreiraWikicommons

Segundo relatório do Fórum Econômico Mundial, Islândia é país que mais possui igualdade de gênero no mundo

Com a nova lei, as empresas privadas e agências governamentais – que tenham mais de 25 funcionários – serão obrigadas a obter uma certificação especial do governo sobre as políticas de igualdade de remuneração. Caso contrário, elas poderão ser multadas.

“Os direitos iguais são os direitos humanos. O fosso salarial de gênero é, infelizmente, um fato no mercado de trabalho islandês e é hora de tomar medidas radicais, temos o conhecimento e os processos para eliminá-lo”, afirmou Thorsteinn Viglundsson, ministro da Igualdade e Assuntos Sociais da Islândia.

Uma das principais razões pela qual a ilha nórdica tem pressionado a implementação da lei, é que quase a metade de seus parlamentares são mulheres. O país pretende eliminar a desigualdade salarial até 2020.

Segundo o último relatório do Fórum Econômico Mundial, a Islândia é o país que mais possui igualdade de gênero, ao lado de Noruega, Suécia e Finlândia.

Fonte: Opera Mundi

VÍDEO: SEQUÊNCIA SINCRONIZADA DO INVERNO E VERÃO NA FINLÂNDIA

Postado por Valentin Ferreira / por Milton Ribeiro

Clipboard01Este vídeo consiste em duas sequências sincronizadas, uma tomada durante o dia mais longo do inverno e outro durante o dia mais claro do verão na cidade de Kuopio, Finlândia. Kuopio fica mais próximo do Polo Norte do que Ushuaia do Polo Sul. A cidade argentina fica a 54º ao sul e a finlandesa a 62º. Só por curiosidade: a cidade de Moguilev — onde nasceu a Elena — e Minsk, ambas na Bielorússia (Belarus), ficam a 53º ao Norte, correspondendo à Terra do Fogo.

Inverno e Verão: imagens simultâneas de um dia,  reproduzidas em 5 minutos.

Com Informações de Milton Ribeiro do Sul 21

MITOS E AUSTERIDADE: O CASO DA ISLÂNDIA

Postado por Valentin Ferreira / do Brasil Debate

Resultado de imagem para ISLANDIA MUDANÇAS ECONOMICAS                                                                                                   Imagem: Diário de Notícias

Na quinta nota da série, o tema é a recuperação econômica da Islândia, após os estragos provocados pela crise de 2008, com a adoção de medidas não recomendadas pela cartilha convencional

Muitos conhecem a crise econômica da Islândia por causa dos primeiros minutos do documentário Inside Job, que retrata a crise financeira mundial de 2008.  Esses minutos iniciais resumem o resultado do embarque do país na onda do liberalismo econômico a partir dos anos 1990. Para deixar a economia cada vez mais nas mãos do mercado, a Islândia implementou uma série de reformas: cortou o gasto público,  reduziu os impostos sobre o capital e sobre o trabalho, privatizou as empresas estatais, liberalizou o mercado de trabalho, abriu sua economia para promover uma maior integração econômica global, reformou a previdência e o setor público e ainda desregulamentou o mercado financeiro.

Continue lendo “MITOS E AUSTERIDADE: O CASO DA ISLÂNDIA”