JUSTIÇA SUSPENDE LICITAÇÃO DA SAECIL

Por Valentin Ferreira

Por Valentin Ferreira

Em decisão cautelar a Justiça em Leme , através do Juiz Márcio Mendes Picolo, deferiu LIMINAR para  SUSPENDER o trâmite da Licitação 01/2107 que objetiva a construção de Reservatório de Água junto a Estação de Tratamento da Saecil, em Leme-SP, no valor de quase Hum milhão e trezentos mil reais.

Assim fica suspenso todo o processo até  uma nova  decisão Judicial

Abaixo trechos da Decisão Judicial Continue lendo “JUSTIÇA SUSPENDE LICITAÇÃO DA SAECIL”

LEME: PREFEITO MUDOU A LEI E O CAIXA DA SAECIL É O ALVO MAIS UMA VEZ- Parte II

Por Valentin Ferreira Por Valentin Ferreira 

Vamos imaginar o seguinte caso: Numa longa estrada o carro tem a mangueira do radiador estourada. Imediatamente o condutor chama socorro mecânico, que ao verificar o problema recomenda o lógico: é preciso trocar a mangueira aqui está. Absurdamente o sujeito diz: Não. Vou comprar uns galões e ao longo do caminho vou enchendo o reservatório do radiador.

O “absurdo caso”, é um retrato do que pode acontecer com a Saecil se o prefeito e o atual Diretor Presidente vierem a construir reservatório de água que consumirá R$ 1.300.000,00, ao invés de investir na contenção do desperdício de água tratada. Ou seja, troca de redes antigas, reduzir pressão acima no normal, que contribuem para uma perda de 57% de todo volume de água tratada, que passa pelos reservatórios. Fato, que consome milhares de reais todos os anos. Continue lendo “LEME: PREFEITO MUDOU A LEI E O CAIXA DA SAECIL É O ALVO MAIS UMA VEZ- Parte II”

PREFEITO DE LEME-SP MUDA LEI E PODE GASTAR ONDE NÃO É NECESSÁRIO

Por  Valentin Ferreira

 Por Valentin Ferreira 

O Prefeito de Leme-Sp, Wagner Ricardo Antunes, Wagão, aprovou na Câmara de Vereadores, no mês passado, a Lei 3628, modificando a Lei3493 de 2016, que trata do Programa de Redução de Perdas de água tratada, através da Saecil-Superintendência de Água e Esgoto da Cidade de Leme.

Leme é um dos municípios da região de Limeira com maior índice de perdas. Dados de 2015 do SNIS- Sistema de Informações sobre Saneamento, vinculado ao Ministério das Cidades, indica que Leme tinha naquele ano índice de perdas de 58,82% enquanto que Araras era de 41,11% e Pirassununga 45,42%. Continue lendo “PREFEITO DE LEME-SP MUDA LEI E PODE GASTAR ONDE NÃO É NECESSÁRIO”