HÁ UMA COISA DE TRUMP EM TEMER: A MENTIRA COMO INSTRUMENTO PARA GOVERNAR

Postado por Valentin Ferreira / do Blog do Sakamoto

Michel Temer em jantar Donald Trump, em Nova York. Foto: Beto Barata/PR

Por Leonardo Sakamoto em seu Blog

Há uma coisa de Trump em Temer. Não é uma questão física, Trump tem cabelos alaranjados e Temer conta com mãos que fazem gestos indecifráveis em discursos. Também não são iguais na capacidade de expressão – independentemente do conteúdo, antes de presidente, o bilionário americano já é um comunicador. Já o povão não entende o que o brasileiro fala. Muito menos a razão de ainda estar lá. Continue lendo “HÁ UMA COISA DE TRUMP EM TEMER: A MENTIRA COMO INSTRUMENTO PARA GOVERNAR”

OS EUA NÃO QUEREM DEMOCRACIA, QUEREM PETRÓLEO.

Postado por Valentin Ferreira / Por Fernando Britomini

Não é preciso mais do que o bom e velho raciocínio cartesiano para entender.

Os governos norte-americanos – ora mais, ora menos explicitamente – não se preocupam com a democracia, seja com seus vizinhos de macrocontinente, seja mundo afora.

Do contrário, não apoiariam e armariam a dinastia da Arábia Saudita, aquela que corta cabeças em praça pública e prende garotos que dançam “macarena”. Continue lendo “OS EUA NÃO QUEREM DEMOCRACIA, QUEREM PETRÓLEO.”

TEMER, FRUTO DE UM GOLPE, FALA EM DEMOCRACIA NA VENEZUELA

Postado por Valentin Ferreira / do Brasil 247

No poder devido a um golpe de Estado que destituiu a presidente legitimamente eleita, Michel Temer saiu de um jantar com o presidente americano, Donald Trump, realizado ontem em Nova York, defendendo ações para garantir a “democracia” na Venezuela; o encontro, promovido por Trump com líderes latino-americanos, mais pareceu uma reunião de “doutrinação” dos EUA contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro; como não poderia deixar de ser, Temer saiu do jantar repetindo o que aprendeu na cartilha americana:” A opinião de todos é a necessidade de uma resolução democrática na Venezuela. Houve uma coincidência na posição dos participantes”; nas redes sociais, o brasileiro foi ridicularizado por ter sido o único a precisar recorrer a fones de ouvido com tradução simultânea

 

“It: A COISA”. PALHAÇOS, CASA BRANCA E OUTROS NOVOS VELHOS HORRORES DE 30 ANOS ATRÁS.

Postado por Valentin Ferreira / do El País.Versão cinematográfica do romance de Stephen King incide sobre o medo social
GREGORIO BELINCHÓN/ ELPAÍS

“Seria preciso verificar, mas até nisso Stephen King foi um visionário: a cada 27 anos aproximadamente uma onda de ultraconservadorismo assola os Estados Unidos”. A argentina Bárbara Muschietti sabe do que está falando, porque produziu a nova versão de It, obra-prima do terror e ao mesmo tempo incisivo retrato social de King, escritor que soube transcender o gênero que lhe deu fama e milhões de seguidores. Porque It foi escrito na época de Reagan – foi publicado em 1986 – e narrava um drama que acontecia durante a Guerra FriaIt – A Coisa, o filme, estreia – nesta quinta-feira 7 de setembro – nos dias em que um tuíteiro furioso reside na Casa Branca e a trama se desenvolve durante o Governo de Reagan. Mais ou menos, a cada 27 anos. Continue lendo ““It: A COISA”. PALHAÇOS, CASA BRANCA E OUTROS NOVOS VELHOS HORRORES DE 30 ANOS ATRÁS.”