“LEI DE COMBATE AO BULLYNG PRECISA VIR ACOMPANHADA DE EDUCAÇÃO DIGITAL”

Por:Gabriel Brito / Correio da Cidadania

A advogada e especialista em Direito Digital Ana Paula Siqueira Lazzareschi acabou de lançar uma inovadora obra jurídico-literária a respeito do bullying, questão que atormenta boa parte da infância e juventude brasileira. Em entrevista ao Correio, ela comenta seu livro e também a lei 13.185, que versa sobre esse tipo de assédio.

“A Educação Digital é a principal forma de prevenção de incidentes no mundo virtual. As medidas preventivas envolvem não apenas os alunos, mas os pais e a comunidade escolar. É importante que as crianças conheçam as leis de forma lúdica, que possam exercer conceitos de Justiça, Ética e Cidadania na palma da mão”, explicou.

Na conversa, Ana Paula ilustra a dimensão teórica dos conceitos que pautam o combate ao bullying e a necessidade de sua disseminação pela sociedade, em especial nas escolas. Além disso, aproveitou a ocasião para comentar temas que causaram furor recente, por supostamente estimularem o suicídio entre jovens, como o seriado 13 Reasons Why.

“Muitos boatos e pouca instrução objetiva sobre o tema. Jogos mortais entre adolescentes não são novidade, apenas mudam de nome. A mídia muito publicou sobre o Jogo da Baleia Azul e quase nada falou sobre o Jogo da Asfixia, que atinge no mundo inteiro jovens de todas as faixas etárias. As ‘brincadeiras perigosas’ precisam ser tratadas com cautela não apenas pela mídia, mas também por pais e educadores, para que não sejam transmitidas ideias que sequer ainda foram cogitadas pelos jovens”.

A entrevista completa com Ana Paula Lazzareschi pode ser lida em www.correiocidadania.com.br/72-artigos/imagens-rolantes/12535-lei-de-combate-ao-bullying-precisa-vir-acompanhada-de-educacao-digital