RBS DIZ QUE DELEGADO ASSASSINADO EM SANTA CATARINA, INVESTIGAVA MORTE DE TEORI

delegassassinado

Desde cedo chamava a atenção o assassinato de dois delegados da Polícia Federal do Rio de Janeiro num bar fora da região nobre de Florianópolis, esta madrugada, sem motivo aparente.

Agora, o jornal Zero Hora, que integra o grupo RBS, noticia que um deles, Adriano Antônio Soares era chefe da Polícia Federal de Angra dos Reis desde 2009. Em janeiro deste ano, ele assumiu a investigação do acidente que matou o ministro Teori Zavascki e mais quatro pessoas na queda de um avião  em Paraty (RJ). Quatro dias depois, o  juiz federal Raffalle Felice Pirro, da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis colocou o inquérito em sigilo de Justiça.

Não sou de teorias da conspiração,  mas convenhamos que no Brasil de hoje o mais impensável a toda hora aparece.