CUNHA É A FLECHA MORTAL DE JANOT ?

Por Valentin Ferreira / Via Tijolaço /Fernando Brito

delacunha

Eduardo Cunha não tem credibilidade.

Mas Eduardo Cunha tem muitos, muitos detalhes de tudo o que fazia a quadrilha do PMDB chefiada por Michel Temer.

Detalhes, como convém a um mafioso como ele, devidamente documentados.

Sua delação premiada, prometida mil vezes, agora é bancada pela Folha como fato consumado, na coluna de Monica Bergamo:

A negociação tem sido considerada satisfatória e a expectativa é que ele entregue os documentos confessando e delatando crimes já na próxima semana.
Cunha deve envolver diretamente o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) em sua delação.

O negócio de Cunha com a PGR estaria sendo acelerado numa espécie de “corrida de ratos” com o doleiro Lúcio Funaro, transferido ontem da Penitenciária da Papuda para a carceragem da Polícia Federal no Distrito Federal, para “fechar” mais rapido sua delação.

Os dois prometem ser uma verdadeira floresta de bambu para Rodrigo Janot fazer  seu segundo ataque ao castelo de Michel Temer, que já foi de aço e hoje é de cartas.

Fonte: Tijolaço.com.br