CONHEÇA AS MULHERES QUE ESTÃO RESGATANDO O FUTEBOL NO AMAZONAS

Por Valentin Ferreira / Do Azmina.com.br

                                                                                                                                     Foto de divulgação

Com apoio da prefeitura de Manaus, time de futebol feminino arrasta multidões para os estádio

O futebol é o esporte mais popular do Brasil e é unanimidade em todas as regiões do país. Mas no Amazonas, até pouco tempo atrás, essa paixão atraía muito mais olhos para a televisão do que pessoas para o estádio. Isso porque o Flamengo (clube do Rio de Janeiro) é o time mais popular do estado, e os jogos de equipes locais — que figuram nas divisões mais baixas —  nunca atraíram muito público. Quer dizer, no futebol masculino. Porque no feminino a história é outra.

Fundado em 2011 em Manaus, o Iranduba tem tido o apoio da prefeitura para reacender a chama do futebol nos manauaras. A capital agora abriga um estádio “padrão Fifa”, construído para a Copa do Mundo e com capacidade para 44 mil pessoas, e não conseguia preenchê-lo por nada nesse mundo apenas com os jogos locais das equipes masculinas — o Nacional, um dos principais times da cidade, raramente colocava um público que chegasse na casa do milhar na arena.

Somente quando o Flamengo viajava até Manaus para fazer um jogo lá, a Arena da Amazônia conseguia lembrar seus tempos áureos de arquibancadas cheias. Mas isso até o Iranduba se firmar. Hoje é ele —  e, mais do que tudo, são elas — que fazem o estádio pulsar no ritmo da torcida.

No ano passado, quando foi classificado para o mata-mata do Campeonato Brasileiro, o Iranduba já chegou a levar públicos altos para a Arena, comparado com os padrões amazonenses — mais de 8 mil pessoas foram ver Iranduba x Corinthians lá. Depois, no fim do ano, a final da Liga Feminina de Futebol Sub-20 teve mais de 17 mil pessoas para prestigiar as meninas do Hulk, como o clube é carinhosamente apelidado.

Mas foi neste ano que elas caíram de vez nas graças do público manauara. Somando o jogo das quartas-de-final e da semi realizados na Arena da Amazônia, mais de 40 mil pessoas foram ao estádio torcer pelas mulheres do Iranduba.

Foram 15.107 no jogo contra o Flamengo (quando os torcedores da casa abriram mão do clube carioca de coração e foram torcer pelo time da cidade) e mais 25.371 na partida contra o Santos. Números que colocam o Iranduba na história do futebol feminino no Brasil — o público da partida contra o Santos foi o maior da história da modalidade em competições entre clubes.

Números que comprovam que a cidade de Manaus abraçou o Iranduba com gosto de quem ansiava há muito tempo por um time para quem torcer…EM CASA. As mulheres reacenderam a paixão dos manauaras pelo futebol local e estão transformando a relação deles com o esporte desde que chegaram para valer — especialmente no projeto que começou há dois anos.

Fonte e mais informações:http://azmina.com.br/