POR QUE OS EUA ACEITAM MADURO(VENEZUELA) E NÃO INTERVÊM MAIS, SEGUNDO O “NYT”

Postado por Valentin Ferreira / da Folha SP

Resultado de imagem para imagem petroleo venezuela

Domingo à noite, a home page e o aplicativo do “New York Times” não faziam referência à Venezuela.

A explicação era encontrada em longa reportagem do mesmo “NYT”, publicada antes, ouvindo autoridades anônimas e mostrando por que os Estados Unidos não intervêm. Diz o jornal:

— O efeito poderia ser um conflito mais violento ou mesmo um golpe militar. E as ondas de choque em todo o hemisfério poderiam criar mais complicações para o governo americano no momento em que tenta se concentrar na Coreia do Norte e Irã.

Mais importante, haveria “danos colaterais aos EUA”, como “aumentar o preço da gasolina e reduzir o lucro de várias grandes refinarias”, além de “forçar Chevron, Philips e outras a importar petróleo com custos maiores” de países distantes.

E o preço do petróleo também saltaria em todo o mundo, “reforçando as economias da Rússia e do Irã”.

Reprodução
No 'Financial Times', soldados ocupam Rio

GUERRA À BRASILEIRA

No “Financial Times”, com a foto acima, “Brasil manda soldados para combater onda de crimes no Rio”, destacando a quantidade, 8.500.

Explica que “o Rio está no centro de um mal-estar profundo que aflige a economia” do país, cuja “crise política enfraqueceu os governos federal e estaduais”, diminuindo sua capacidade de “controle”.

RECOMENDAÇÃO

Bloomberg, inclusive em português, com o título “Quadro político reverte otimismo em relação a títulos brasileiros no exterior”, noticia que gestores como Janus Henderson e Oppenheimer “diminuíram a exposição”.

fONTE:http://www1.folha.uol.com.br/colunistas