“LE MONDE”: TEMER SABE QUE NÃO ESTÁ IMUNE A UMA REVIRAVOLTA

Postado por Valentin Ferreira/ do Jornal do Brasil

Nesta quarta-feira (2) o jornal francês Le Monde publicou matéria sobre a votação sobre o seguimento do processo do presidente do Brasil.

O texto intitulado “Dia decisivo para o presidente brasileiro Michel Temer” informa que ele é alvo de graves acusações de corrupção e deverá conhecer seu destino com uma votação crucial no Parlamento nesta quarta-feira.

O diário explica que se dois terços dos deputados brasileiros, decidirem a favor do julgamento de Temer perante o Supremo Tribunal do país, o chefe de Estado pode ser incriminado e retirado do poder por seis meses.

Le Monde salienta que mesmo com uma margem de popularidade historicamente muito baixa, de 5%, o político exibe uma confiança inabalável em sua capacidade de obter os votos necessários para que o caso seja definitivamente encerrado.

O noticiário traz também um pouco dos bastidores desta votação, considerada histórica pelos franceses, que não se esqueceram da destituição de Dilma Rousseff.

Se ele conhece os segredos da Câmara, que presidiu em três ocasiões, Temer sabe que ele não está imune a uma reviravolta, diz o vespertino. É por isso que ele continuou a negociar nos bastidores nos últimos dias para garantir o apoio do número máximo de parlamentares.

Monde aponta que na terça-feira(1) ele almoçou com 52 deputados relacionados à Frente Parlamentar de Agricultura, que representa os interesses da chamada “bancada ruralista”.

 Le Monde publicou matéria sobre a votação sobre o seguimento do processo do presidente do Brasil
 Le Monde publicou matéria sobre a votação sobre o seguimento do processo do presidente do Brasil

Fonte > > Le Monde   e Jornal do Brasi