BANCO SUÍÇO: EUA SÃO CAMPEÕES NA POBREZA

Postado por Valentin  Ferreira / do Conversa AfiadaForbes.jpg
 “Não existe um só cidadão chinês entre os mais pobres do mundo”

  Da Forbes:

Existem mais pessoas pobres na América do Norte do que na China. É o que diz a mais recente pesquisa do banco Credit Suisse. O estudo não informou os números exatos dos Estados Unidos, já que a pesquisa foi feita por região, mas considerando que a população do Canadá é pequena, ela praticamente não interfere no resultado final.

De acordo com o estudo, não existe um só cidadão chinês entre os mais pobres do mundo, mas 10% deles estão na América do Norte. Outros 20% entre os mais pobres estão na Europa.
O continente norte-americano tem 10% das pessoas mais pobres do planeta e 30% das mais ricas. A Europa tem, aproximadamente, 20% das mais pobres e 35% das mais ricas. E a China não tem nenhum cidadão entre os mais pobres e cerca de 7% ou 8% entre os mais ricos.

O dado pode parecer estranho, já que a China tem mais gente do que as outras duas regiões somadas e também é uma nação historicamente muito mais pobre do que a América do Norte e a Europa juntas. Todos sabem que a Europa e a AN são muito mais ricas do que a China. No entanto, é preciso entender que o estudo mede riqueza líquida e não renda, ou seja, o valor de todos os lucros menos as dívidas.

Para determinar como a riqueza global é distribuída entre as famílias e indivíduos – em vez de regiões ou países – o Credit Suisse combinou seus dados sobre o nível de riqueza das famílias nos países com informações sobre a distribuição de riqueza nessas nações. Depois que são descontadas as dívidas, uma pessoa precisa apenas de US$ 3.210 para estar na metade mais endinheirada do planeta em 2015. No entanto, são precisos US$ 68.800 para estar entre os 10% mais ricos e US$ 759.900 para pertencer ao top 1%. Enquanto a metade mais pobre dos adultos possui menos de 1% da riqueza total do planeta, os 10% mais ricos retém 87,7% dos bens. O 1% mais abastado tem metade da fortuna de todas as famílias do mundo. (…)

https://www.conversaafiada.com.br/mundo