EMPRESAS DEVEM MAIS DE MEIO TRILHÃO DE PIS E COFINS, MAS TEMER PREFERIU TARIFAR A GASOLINA

Postado por Valentin Ferreira /do Brasil 247

Beto Barata

 O governo Michel Temer elevou as alíquotas do PIS e da Cofins sobre os combustíveis como uma forma de arrecadar cerca de R$ 10,4 bulhões para ajudar a tapar o déficit orçamentário que deve superar os R$ 140 bilhões neste ano, mas ao mesmo tempo deixou de cobrar das empresas uma dívida referente aos mesmo tributos que chega a R$ 545,4 bilhões.

Os dados da dívida, que envolve cerca de 1,8 milhão de empresas, foram entregues à CPI da Previdência pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

O valor devido referente às contribuições sociais corresponde a cerca de 30% de todas as dívidas de pessoas e empresas com a União. Apesar da lista dos maiores devedores incluir empresas falidas e que já encerraram as atividades como a Transbrasil, Vasp e Varig, grandes grupos permanecem em franca atividade como a Ambev, Walmart, Itaucard e Eletropaulo, entre outros, de acordo com matéria da Repórter Brasil.

A Cofins é a contribuição social que lidera a lista do calote, com 688 mil devedores e R$ 325,3 bilhões em dívidas, seguida pela CSLL (R$ 143,3 bilhões) e pelo PIS (R$ 76,8 bilhões). Veja aqui íntegra da reportagem sobre o assunto no Repórter Brasil.

Fonte:https://www.brasil247.com/