TEMER, FRUTO DE UM GOLPE, FALA EM DEMOCRACIA NA VENEZUELA

Postado por Valentin Ferreira / do Brasil 247

No poder devido a um golpe de Estado que destituiu a presidente legitimamente eleita, Michel Temer saiu de um jantar com o presidente americano, Donald Trump, realizado ontem em Nova York, defendendo ações para garantir a “democracia” na Venezuela; o encontro, promovido por Trump com líderes latino-americanos, mais pareceu uma reunião de “doutrinação” dos EUA contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro; como não poderia deixar de ser, Temer saiu do jantar repetindo o que aprendeu na cartilha americana:” A opinião de todos é a necessidade de uma resolução democrática na Venezuela. Houve uma coincidência na posição dos participantes”; nas redes sociais, o brasileiro foi ridicularizado por ter sido o único a precisar recorrer a fones de ouvido com tradução simultânea