83% DOS BRASILEIROS ACHAM QUE PESSOAS COMUNS PODEM FAZER A DIFERENÇA NO COMBATE À CORRUPÇÃO

Postado por Valentin Ferreira /  daPessoa recusa dinheiro                                                                         imagemGETTY IMAGES

(…)

Pesquisa da Transparência Internacional divulgada nesta segunda-feira indica que 83% dos brasileiros acreditam que pessoas comuns podem fazer a diferença no combate à corrupção. É o maior percentual da pesquisa feita em 20 países da América Latina. Logo abaixo aparecem Costa Rica e Paraguai, ambos com 82%.

(…) 71% dos entrevistados dizem que passariam um dia num tribunal para relatar casos de suborno. Depois do Brasil, estão Uruguai (70%) e Costa Rica (66%).