PREVIDÊNCIA NÃO É DEFICITÁRIA, DIZ RELATÓRIO DA CPI NO SENADO

Postado por Valentin Ferreira
                                                                      Edilson Rodrigues / Agência Senado

Hélio José e Paulo Paim

Hélio José e Paulo Paim: CPI chega ao final e contesta proposta do governo Temer

Por Agência Senado — 
Parecer do senador Hélio José traz uma série de propostas para a previdência, que inclui até o aumento do teto do benefício
  

O senador Hélio José (Pros-DF) apresentou na segunda-feira 23 seu relatório final na CPI da Previdência, no qual defende que a Previdência Social não é deficitária. A data de votação do texto ainda vai ser definida pelo presidente da comissão de inquérito, Paulo Paim (PT-RS), que deu mais prazo para análise dos parlamentares (vista coletiva). Ele garantiu que a CPI vai encerrar seu trabalho dentro do prazo inicialmente previsto, que é 6 de novembro. Uma das propostas do relatório é aumentar para 9.370 reais o teto dos benefícios do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), que atualmente é de 5.531,31 reais.

O texto de 253 páginas aponta erros na proposta de reforma apresentada pelo governo; sugere emendas à Constituição e projetos de lei; além de indicar uma série de providências a serem tomadas para o equilíbrio do sistema previdenciário brasileiro, como mecanismos de combate às fraudes, mais rigor na cobrança dos grandes devedores e o fim do desvio de recursos para outros setores.

Saiba mais:Aqui