FIM DO CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. FIM DO INTERCÂMBIO EM GRADUAÇÃO

Postado por Valentin Ferreira

Eu queria saber o que a classe média paneleira, o Ministério Público e os ministros do STF, tem a dizer sobre essa consequência trágica do golpe: o fim do sonho da juventude de ter uma experiência universitária no exterior.

Por Miguel do Rosario /Do Cafezinho

Com fim do Ciência sem Fronteiras, intercâmbio em graduação cai até 99%

Encerramento do programa federal em julho de 2016 fez despencar o número de alunos enviados por universidades públicas para estudar no exterior

Por Luiz Fernando Toledo, Isabela Palhares e Filipe Strazzer, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

O número de intercâmbios entre alunos de graduação das universidades públicas brasileiras despencou com o fim do programa Ciência sem Fronteiras, do governo federal. Sem a ajuda do Ministério da Educação (MEC) desde julho de 2016 e em meio à crise econômica, as instituições de ensino federais e estaduais reduziram em até 99% o número de alunos enviados ao exterior até o ano passado. Para especialistas, esse dado representa não só uma perda de experiência acadêmica para os estudantes, mas também um prejuízo para a formação científica no País.

Leia matéria completa: Estado