NATAL PÓS-CAPITAL?

Postado por Valentin Ferreira171219-Natal

Nestas festas, serão oferecidos smatphones para cães e impressoras 3D de panquecas. Há alternativa: uma vida privada frugal e bens comuns refinados. Quem se atreve? 

Por: George Monbiot/ Outras Palavras

Quando você ouve que alguma coisa faz sentido do ponto de vista econômico, isso significa que é o oposto do senso comum. Aqueles homens e mulheres sensíveis que governam os tesouros e bancos centrais do mundo, que veem como normal e necessário um crescimento indefinido do consumo, estão alucinados, esmagando as maravilhas do mundo vivo, destruindo a prosperidade das gerações futuras para sustentar um conjunto de cifras que têm uma relação cada vez menor com o bem-estar geral.

Consumismo verde, dissociação material, crescimento sustentável: isso tudo é ilusão, destinada a justificar um modelo econômico que está nos conduzindo à catástrofe. O sistema atual, baseado em luxo privado e imundície pública, vai nos levar à miséria: sob esse modelo, luxo e privação são uma só besta com duas cabeças.

Ler matéria completa: outraspalavras