“UM REINO UNIDO”: VITÓRIA DO AMOR SOBRE O RACISMO

Postado por  Valentin FerreiraResultado de imagem

 

A verdadeira história do casal Seretse e Ruth Williams Khama.
Em 1947, Seretse Khama, príncipe da Bechuanalândia (protectorado britânico entre 1885 e 1966), conhece Ruth Williams, uma secretária londrina. Os dois apaixonam-se e, no ano seguinte, casam-se. A sua relação inter-racial não tem a aprovação das suas famílias nem dos governos do Reino Unido ou da África do Sul, onde predomina o “apartheid”.
Seretse e Ruth vêem-se assim obrigados a enfrentar várias dificuldades, mas sem nunca desistirem da sua relação. Diante da pressão sul-africana, Seretse Khama exila-se na Grã-Bretanha em 1951 e é obrigado a renunciar a qualquer direito político no seu país de origem.
Finalmente, já no ano de 1956, é-lhes dada permissão para regressar à Bechuanalândia como cidadãos comuns. Nessa altura, Seretse inicia a liderança do movimento pela independência e funda, em 1961, o Partido Democrático do Botswana. Em Setembro de 1966, o país conquista a independência sob o nome de República do Botswana. Khama torna-se Presidente, cargo que ocupará até à morte, em 1980.
Informações de Cinecartaz