O QUE A LAVA JATO RESGATOU EM 4 ANOS, A PETROBRAS GASTOU EM 1 PARA SE LIVRAR NOS EUA

Postado por Valentin Ferreira

Por Jornal GGN / Luis Nassif

 Nos 4 anos de Lava Jato, a força-tarefa se vangloria de ter R$ 11,5 bilhões “previstos” em devoluções aos cofres públicos. O valor é equivalente ao que a Petrobras teve de gastar, só em 2017, para se livrar de um processo nos Estados Unidos: R$ 11,2 bilhões.
Desde que a Lava Jato nasceu, em 2014, a Petrobras acumula prejuízo consecutivo por “eventos extraordiários”, diz o Valor desta sexta, 15. O jornal aponta “baixas contábeis, adesão a programas de regularização de débitos federais e o provisionamento de recursos para pagar os acordos em ações coletivas” somam perdas em torno de R$ 160 bilhões.

“Cerca de R$ 120 bilhões dessas perdas decorrem do que os contadores chamam de redução dos ativos ao valor recuperável, ‘impairment’ no termo em inglês. O esquema de corrupção revelado pela Operação Lava-Jato foi responsável por parte dessas baixas”, destacou o jornal.
Os prejuízos anuais não são o único baque nas contas da empresa. Seu valor também reduziu desde que a Lava Jato surgiu. Em 2013, o patrimônio líquido da estatal era de R$ 350 bilhões. Hojé, de R$ 269 bilhões.
Ao ouvir Pedro Parente, o atual presidente da Petrobras, Valor escreveu que a expectativa é de que esse prejuízo passe a diminuir a partir de agora.
A confiança nisso é tão grande que a estatal anunciou, nesta semana, que vai alterar o estatuto para revisar a distribuição de dividendos a acionistas. A ideia é fazer pagamentos a cada 3 meses a partir dos próximos meses.