GILMAR: LULA SÓ SAI DA CADEIA SE DEIXAR DE SER CANDIDATO, Diz Bob Fernandes.

Postado por Valentin Ferreira

O comentário de Bob Fernandes, nesta quarta, no Jornal da Gazeta . (Vídeo acima e a íntegra em texto, abaixo)

Em um mês Gilmar Mendes mandou soltar 19 presos da Lava Jato. Ele entende serem prisões desnecessárias…

Por excessos, porque há alternativas, ou porque ainda não houve condenação definitiva.

Radical a inversão de posições, rumos e humor entre Gilmar Mendes, as manchetes e a chamada “opinião pública”.

Há 10 anos Gilmar foi festejado quando soltou Daniel Dantas com dois habeas corpus em 48 horas. Quando investigadores da Satiagraha foram crucificados.

Quando fazia proselitismo contra petistas no mensalão Gilmar era saudado como herói nacional.

Festejado, Gilmar calou-se. Omitiu-se diante de ilegalidades e arbitrariedades na Lava Jato. Que colegas já denunciavam….Mas, de repente, Gilmar Mendes mudou de ideia…

Agora contra prisão antes da condenação definitiva, Gilmar foi tornado “o mal do Brasil”. Acusado de mudar ao ver os amigos Temer e PSDB entrando no alvo.

Gilmar argumenta com sua fidelidade ao Direito penal alemão. Que exige provas para condenar. Não valem só “convicções”, “indícios”, “delações” e “power points”.

Há meses Gilmar relata reservadamente o que a revista Época tornou público: Lula só tem chances de sair da cadeia “se desistir” da candidatura a presidente…

Aí acusações seriam revistas, penas abrandadas…

Gilmar trabalhou anos politicamente: defendia ser preciso enfraquecer Lula e deter o PT.

Para tanto o ministro engavetou o Direito alemão. Omitiu-se. Gilmar acreditava que não se chegaria a prender Lula.

Os Supremos sabem: procuradores instigaram delatores com perguntas sobre ministros Supremos.

Que são Supremos, mas sentem pressões, mudança dos humores, posições e rumos.

Gilmar tem defendido, só agora, “Regulamentação” para a indústria de Mídia.

Delegado da PF, Milton Fornazari investigava para a Lava Jato em São Paulo. Perdeu o posto.

No Facebook Fornazari escreveu: “…hora de investigar, processar e prender” não só líderes do PT. E citou “Temer, Alckmin, Aécio etc”.

O delegado concluiu: “Só Lula preso tudo isso poderá entrar para a história como perseguição política”.

A prisão de Lula cobra e cobrará contrapartida: cabeças coroadas. Sejam de quem forem.

Do Blog: Tijolaço