FILME “22 DE JULHO” UM FATO. UM DURO RECADO AO MUNDO

O que o extremismo de direita e o ódio podem produzir? Este longa metragem, retrata os tristes fatos ocorridos na Noruega em 22 de julho de 2011.

22 de Julho rememora um dos ataques terroristas recentes mais chocantes, executados por apenas um homem, Anders Behring Breivik, um terrorista da extrema direita política. Anders era contra o multiculturalismo no país, além de ser opositor à política migratória. E, por vontade própria, planejou um ataque a bomba no prédio do governo na capital do país, matando oito pessoas, para menos de duas horas depois, atacar um acampamento de verão da ilha de Utoya, matando sessenta e nove pessoas, na maioria adolescentes e jovens que pertenciam a divisão da juventude do Partido Trabalhista na Noruega, representando a esquerda política.

Neste momento de tensa e sombria  premissa sobre o futuro do Brasil, algumas lições podem ser tiradas deste importante filme.Disponível do Netflix.

Com informações  do Observatório do Cinema