A IRRACIONALIDADE HUMANA NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Por Valentin Ferreira

Pare por um minuto, e pense:

Se você tivesse sessenta e cinco anos ou mais, e depois de ter trabalhado toda uma vida para engordar o patrimônio alheio, e hoje vivendo com o tal BPC-Benefício de Prestação Continuada, (R$ 998,00) que o INSS concede para as pessoas com necessidades especiais ou idosos com mais de 65, e ficasse sabendo que a tal reforma da previdência irá reduzir os quase mil reais para R$ 400 para os que têm 60 anos completos  e voltaria ao valor atual ( um salário mínimo) só depois dos 70, o que você faria?

Mais. Saber que este é apenas um ponto do conto chamado reforma previdenciária que aumenta a idade e o período de contribuição para todos os trabalhadores e penaliza ainda mais a trabalhadora rural.

Mais. Saber que o que se pretende “economizar” com a miséria dos pobres, vai diretamente na veia financeira dos maiores banqueiros e grandes investidores que bancam o financiamento da dívida pública que hoje está em mais de R$ 5.000.000.000.000,00 – é isso – cinco trilhões de reais.

Reforma Trabalhista, Reforma da Previdência, reforma disso e daquilo. No Brasil isso tudo só tem servido para amontoar dinheiro no quintal dos ricos e sufocar ainda mais na miséria, os já  miseráveis.