ARQUIVO MORTO

Foi arquivada pelo corregedor do Ministério Pùblico, Rinaldo Reis Lima, outra representação contra Deltan Dallagnol pelas ilegalidades cometidas durante a Lava Jato

O corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis Lima, determinou o arquivamento de uma representação contra Deltan Dallagnol por uma de suas conversas com o então juiz Sergio Moro ocorrida em 2016, informa a jornalista Mariana Carneiro no Painel da Folha de S.Paulo.

No diálogo revelado pelo The Intercept na Vaza Jato, o coordenador da Lava Jato discutiu com Moro sobre o uso da verba da 13a Vara para custear propaganda pelas “10 medidas contra a corrupção”. O corregedor considerou as mensagens vazadas como provas ilícitas, por terem sido supostamente obtidas de modo ilegal.

Informações do Brasil 247