VIVER FORA DA ENGRENAGEM

Por Mazé Leite/ O. Palavras

Que preguiça do capitalismo! – pensei de repente, enquanto refletia sobre vírus e fascismos. Semanas depois, decidia, com mais gente que já não suporta individualismo, competição e vidas sem sentido, participar da criação de uma comunidade no campo

Era dia 30 de junho de 2020 e eu estava na janela do nono andar do meu apartamento, ouvindo a TV informar que 1.280 pessoas já tinham sido mortas pela Covid-19 em nosso país. Estávamos entrando no quinto mês da pandemia no Brasil e dois cientistas – que acompanhei atentamente nos meses da primeira onda – garantiam que mais mortes viriam pela frente, muitas. Oitocentas mil, um milhão, talvez mais, talvez pouco menos. Olhei pra dentro de casa, era seguro meu pedaço de mundo, minhas quatro paredes. Olhar para fora era ver o perigo lá fora, rondando: um desgraçado ser microscópico que de tão pequeno podia entrar goela abaixo, nariz a dentro e ir invadindo pulmões e sistemas vitais. Travei a respiração, fechei a janela, sentei no sofá, voltei a respirar. Desliguei a televisão e fui pintar meu medo, numa tela que já havia sido iniciada.

Continue Lendo

DE ACORDO COM A CIÊNCIA, AS PESSOAS CONFUNDEM O CONHECIMENTO DA INTERNET COM O SEU

Imagem: Pinterest

Estamos deixando nossos celulares pensarem por nós. Por podermos encontrar todas as informações que desejamos no Google, há quem não separe mais seus conhecimentos dos oferecidos pela Internet.

Chegamos a um ponto da nossa existência em que muitos carregam o cérebro nas mãos e não na cabeça. Os telefones celulares estão configurando um fenômeno surpreendente e perturbador. De acordo com um estudo recente publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), as pessoas confundem o conhecimento da Internet com o seu.

Continue Lendo

CRIME CONTRA O ENEM

Imagem: Reprodução

Por Cristina Serra

Milhões de jovens brasileiros começam as provas do Enem neste fim de semana em busca de uma vaga no ensino superior, sonho que o governo Bolsonaro tem se esmerado em tornar cada vez mais difícil de alcançar.

São muitos os problemas neste ano: pedido de exoneração de 37 servidores do Inep (responsável pelo exame), denúncias de assédio moral e de censura ideológica, e a quase confissão de um crime, quando Bolsonaro disse que a prova começa a ter “a cara do governo”.

Continue Lendo

BRASILEIROS VÃO ÀS RUAS CONTRA BOLSONARO E O RACISMO NESTE 20 DE NOVEMBRO

(Foto: Carol Mendes / Brasil de Fato)

Brasil de Fato – Contra Jair Bolsonaro (sem partido) e contra o racismo. Essas são as principais bandeiras das manifestações de rua deste sábado (20), Dia da Consciência Negra, em todo o Brasil.

“Se existe um contraponto real e imediato à existência do Bolsonaro, é a existência da vida negra”, analisa o fundador da Coalizão Negra por Direitos e da Uneafro, Douglas Belchior, em entrevista ao Brasil de Fato.

A educadora Iêda Leal, coordenadora nacional do Movimento Negro Unificado (MNU), afirma que consciência negra e consciência de classe precisam caminhar juntas:

Continue Lendo

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNIA: FEIRA DE MANGAIO COM LUCY ALVES

Do YouTube

UMA ANÁLISE
ETNOLINGUÍSTICA DA MÚSICA
“FEIRA DE MANGAIO” DE
SIVUCA E GLORINHA GADÊLHA
Thalita Rose Tamiarana Gadelha Taveira1
Resumo: Neste artigo, busca-se um aprofundamento teórico da música Feira de Mangaio de Sivuca e Glorinha Gadêlha no que concerne às possibilidades de análise através da etnolinguística. Com o objetivo de
compreender as relações da etnolinguística e da cultura, a canção foi utilizada para que possamos observar
as particularidades regionais desta, bem como o maior conhecimento da música, da linguagem e do povo

Continue Lendo