BOLSA FAMÍLIA X AUXÍLIO BRASIL

Auxílio Brasil é um retrocesso que corrói rede de proteção social

Por Denise De Sordi – Historiadora, pesquisadora do programa de pós-doutorado do Departamento de Sociologia da USP

[resumo] Pesquisadora argumenta que o Auxílio Brasil, programa de transferência de renda proposto pelo governo Bolsonaro, é um retrocesso que desmancha a rede de proteção social articulada pelo Bolsa Família nos últimos anos, uma vez que moraliza o debate sobre desigualdade, legitimando a ideia de que os trabalhadores empobrecidos são responsáveis pela pobreza, ao mesmo tempo em que isenta as políticas governamentais em relação ao quadro atual

Continue Lendo

CARTA ABERTA AOS IMBECIS

Por Ricardo Soares*

Os imbecis tentam colocar ideologia na discussão para se esconder atrás dos pilares da ignorância que representam

Winston Churchill teria dito que a democracia é a pior forma de governo, à exceção de todas as demais. Levando em conta a premissa, podemos dizer que democracia é mesmo muito bacana. Mas tem, teve e terá seus percalços. Um dos maiores é a gente ter que tolerar o sagrado direito de manifestação dos imbecis, um direito pelo qual muitos deles não brigaram, mas do qual desfrutam com louvor como vemos nessa época de trevas bolsonaristas. Pior é que esses imbecis tentam desqualificar os que não são com epítetos de “comunistas”, “esquerdistas”, “socialistas” e “petistas”. Tentam colocar ideologia na discussão para se esconder atrás dos pilares da ignorância que representam.

Continue Lendo

PARA SOCIÓLOGO, BOLSONARO ESTÁ SE LIXANDO PELA POPULAÇÃO

Sociólogo Marcos Coimbra – Presidente do Instituto Vox Populi

Do Brasil 247

O sociólogo Marcos Coimbra, presidente do Instituto Vox Populi, criticou, em entrevista à TV 247, o anúncio do Auxílio Brasil, que, segundo ele, busca somente reeleger Jair Bolsonaro. Contudo, mesmo após os benefícios serem pagos, a população não será convencida de que o governo realmente se importa com ela, prevê o sociólogo.

O alto investimento no auxílio emergencial não foi suficiente para ampliar as intenções de voto de Bolsonaro no passado. Nas pesquisas divulgadas no início deste ano, Bolsonaro registrava metade dos votos projetados para o ex-presidente Lula, lembrou o sociólogo. 

Continue Lendo

PARA ONDE VAI A TURMA QUE DIZIA “EU VOTEI NO PAULO GUEDES”?

Imagem: Uol Economia

Por Bruno Boghossian/FOLHA

A turma que dizia “eu votei no Paulo Guedes” e tentava camuflar o apoio a Jair Bolsonaro em 2018 parece ter entrado numa fria. Depois que o ministro aceitou profanar um dos principais dogmas da cartilha ultraliberal, alguns investidores, empresários e simpatizantes terão que decidir até que ponto aceitam carregar o caixão em que essa agenda repousa.

Bolsonaro e o núcleo político do governo instalaram uma chaminé no teto de gastos. A ideia é escapar da regra que limita o aumento de despesas e ampliar o Bolsa Família até o fim do mandato. Guedes repetia que desrespeitar o mecanismo seria irresponsável e ameaçou ir para casa se o governo recorresse a estripulias. Agora, ele endossa a confusão.

Continue Lendo