SUBMUNDO DA INTERNET E A OPINIÃO PÚBLICA

Por Vitor Nuzzi, na Rede Brasil Atual:

A enxurrada de notícias falsas na internet, que é motivo de preocupação de observadores e agentes da comunicação, mistura descuido, interesses e más intenções. Em debate realizado na manhã de hoje (5), o jornalista e cientista político Leonardo Sakamoto, diretor da ONG Repórter Brasil, disse que os divulgadores das chamadas fake news, que ele chamou de “submundo”, já se tornaram fontes de informação. “A parte invisível da internet, os sites anônimos, que não têm expediente, que não tem quem assina, já formam opinião tanto quanto a parte visível”, afirmou.

Continue Lendo

PARLAMENTO BRITÂNICO CONVIDA PESQUISADORES BRASILEIROS PARA DISCUTIR FUTURO DA AGRICULTURA

Por: agenciasn.com.br

Três pesquisadores brasileiros foram convidados pelo Parlamento britânico para discutir o futuro da inovação na agricultura, na perspectiva do comércio, da pesquisa e da sustentabilidade. O evento do Grupo Parlamentar sobre Ciência e Tecnologia na Agricultura acontece na terça-feira, dia 25 de abril, e a participação maciça de brasileiros  comprova a força da agricultura e da pesquisa agrícola desenvolvida no país.

Entre os brasileiros está Francisco Oliveira, que foi diretor de Políticas e Combate ao Desmatamento do Ministério do Meio Ambiente. Ele dirigiu o órgão entre 2012 e fevereiro de 2016, período em que houve uma queda acentuada do desmatamento na Amazônia. Entre 2003 e 2004 a taxa de desmatamento no bioma foi de 27.772 quilômetros quadrados e desde então houve uma queda progressiva, até atingir 4.571 km2 entre 2012 e 2013, segundo o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Continue Lendo

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS – ONU

Preâmbulo

Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo…

Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os todos gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do ser humano comum,

Continue Lendo