COMO SE CALCULA A IDADE REAL DOS CACHORROS

EQUIVALÊNCIA ENTRE IDADE HUMANA E CANINA NÃO É LINEAR

Do Nexo Jornal /Revista Pesquisa Fapesp

Pesquisadores da UCSD (Universidade da Califórnia em San Diego), nos Estados Unidos, liderados pela bióloga Tina Wang, colocaram em xeque a ideia disseminada de que, para os cães, um ano de vida equivale a sete anos de um ser humano. De acordo com a crença, adotada até por veterinários, a comparação de idade entre as espécies se daria assim: um filhote canino de 1 ano equivaleria a uma criança de 7 anos e um cão mais maduro, com 7 anos, seria como uma pessoa de 49 anos.

Continue Lendo

MINHA MÃE FOI VACINADA. PODEMOS PASSAR O DIA DAS MÃES JUNTOS?

Getty Imagens

Do UOL

O segundo Dia das Mães durante a pandemia de coronavírus chega junto com a vacina para muitas famílias. Mas, mesmo com a imunização, os médicos alertam que é necessário tomar cuidado —manter as máscaras, o distanciamento social e evitar aglomerações.

Os especialistas afirmam que as vacinas não garantem 100% de proteção e mesmo as mães vacinadas devem tomar cuidado. Eles dizem que uma nova onda de contaminação pode acontecer independente da data, mas que precauções são sempre recomendáveis —para se evitar um novo colapso no sistema de saúde, como houve após as festas de fim de ano, por exemplo, em diversos estados.

Continue Lendo

“BELEZA OCULTA”: UM FILME QUE FAZ PENSAR. E SE EMOCIONAR

Will Smith e Helen Mirren numa das cenas do filme, que tem no elenco: Edward NortonKeira KnightleyMichael PeñaNaomie HarrisJacob LatimoreKate Winslet.

O filme conta a historia de Howard, personagem do Will Smith que entra em depressão após a morte de sua filha.

Howard é dono de uma agencia de publicidade junto com mais três sócios, Claire (Kate Winslet), Simon (Michael Peña) e Whit (Edward Norton).

Foram dois anos difíceis, Howard se afasta de agencia e de seus amigos, não vê mais sentido na vida, nada mais tem importância, existe uma falta de iniciativa, está apático e imerso no vazio depressivo. (Fonte) Abaixo, o Trailer.

Continue Lendo

RESETE SUA MENTE

Por Mario Alonso Puig

Todos nós gostaríamos de ser mais felizes e sofrer um pouco menos. Nossa tendência é associar o fazer e o ter com o ser, nos leva a dar como certo que, se nos esforçarmos muito, se fizermos muitas coisas e atingirmos o sucesso, então seremos felizes. Ainda não percebemos que os vazios do ser não podem nunca ser preenchidos com o ter. Por isso qualquer um de nós pode ter um grande conforto e bem-estar e, entretanto, não ser feliz.

Falar do ser é tudo menos fácil porque a própria linguagem que precisamos para descrevê-lo pertence à ontologia, que é uma parte da metafísica. Se o simples fato de falar do ser já nos gera semelhante desafio, ter a experiência do que é o ser também não parece tarefa fácil. O tema não é insignificante porque se trata de embarcar em uma viagem interior que nos faz experimentar diretamente o que é em si uma experiência suprasensorial. Por isso nesta viagem, que não deixa de ser uma viagem de heróis e heroínas, saberemos como podemos passar de um mundo puramente conceitual e descritivo a um experiencial e contemplativo.

Continue Lendo