VACINA: PRA QUÊ?

Imagem: Reprodução

Por Valentin Ferreira

LIBERDADE TOTAL, RESPONSABILIDADE ZERO. VAMOS REVOGAR OBRIGAÇÕES?

Se a vacina contra a Covid 19 não for obrigatória, como defende o presidente insensato, então está na hora de rever uma série de obrigações.

Se se tem a liberdade de escolher se toma ou não vacina, então por que não rever outras obrigações individuais que coloca em risco o direito coletivo?

Pra quê porte de arma? Qualquer um pode ter um treiszoitão e sem licença e sem noção, andar por aí, colocando em risco a vida de outros?

Pra quê Carteira de Habilitação?  A liberdade de escolha me dá o direito de sair por aí dirigindo à vontade sem ter compromisso com mínimas noções de conduzir seguramente um veículo.

Pra quê Carteira de Identidade se quero viver no anonimato? Renuncia-se à obrigação de ter uma cara e um número num documento que diz que o sujeito é identificável numa sociedade em que todos precisam de identificação e obrigações com as Instituições.

Pra quê CPF, se quero viver em total independência em relação ao Fisco? O coletivo que se exploda se eu não pagar o que tenho obrigação com a sociedade.

Se a pessoa não quer tomar vacina, … Continue Lendo

LEME-SP: NÚMERO DE INFECTADOS POR COVID VOLTA A CRESCER

Números coletados do site da Prefeitura de Leme

Por Valentin Ferreira

A exemplo do que tem acontecido em muitas cidades, cresceu também em Leme-SP o número de pessoas infectadas por Covid 19. O feriadão de 7 de setembro pode ter contribuído em parte com o fato, uma vez que ouve aglomerações, viagens e pouco cuidado com as recomendações de isolamento e uso de máscaras. O salto no número de infectados cresceu 26% entre as semanas de 01 a 7 e 15 a 21 de setembro.

O que se nota nas ruas da cidade é o comportamento abusivo de pessoas não usando máscara, e às vezes, até dentro de lojas com a complacência de atendentes e lojista.

Em vários países o aumento de casos tem levado autoridades a tomar medidas restritivas para evitar o avanço da contaminação. Ainda é muito cedo para relaxar nos cuidados necessários para evitar o contágio e a proliferação da doença.

Se alguns não têm amor pela vida, deve respeitar os que têm.

Continue Lendo