POR QUE EVANGÉLICOS ESTÃO DEIXANDO DE APOIAR BOLSONARO E QUAIS SERIAM AS CONSEQUÊNCIAS EM 2022?

Por Felipe Camargo e Ana Livia Esteves /S.News.

A Sputnik Brasil conversou com Rafael Rodrigues da Costa, sociólogo, mestre em Ciências Sociais pela Unifesp e pesquisador visitante da Universidade Federal da Bahia (UFBA), para compreender o declínio de Bolsonaro entre os evangélicos.

Aparentemente, o apoio de Bolsonaro entre os evangélicos parece estar com os dias contados. De acordo com a última pesquisa Datafolha, 29% dos evangélicos consideram o governo Bolsonaro ótimo ou bom, sendo este o menor índice já registrado desde que assumiu o poder.

Para compreender este declínio do presidente Jair Bolsonaro, a Sputnik Brasil conversou com Rafael Rodrigues da Costa, sociólogo, mestre em Ciências Sociais pela Unifesp e pesquisador visitante da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Continue Lendo

BOLSA FAMÍLIA X AUXÍLIO BRASIL

Auxílio Brasil é um retrocesso que corrói rede de proteção social

Por Denise De Sordi – Historiadora, pesquisadora do programa de pós-doutorado do Departamento de Sociologia da USP

[resumo] Pesquisadora argumenta que o Auxílio Brasil, programa de transferência de renda proposto pelo governo Bolsonaro, é um retrocesso que desmancha a rede de proteção social articulada pelo Bolsa Família nos últimos anos, uma vez que moraliza o debate sobre desigualdade, legitimando a ideia de que os trabalhadores empobrecidos são responsáveis pela pobreza, ao mesmo tempo em que isenta as políticas governamentais em relação ao quadro atual

Continue Lendo

TEM FUTURO A IGREJA CATÓLICA?

Bispos se reúnem para discutir os caminhos da Igreja no século 21 (Polaris Images/East News)

Por Frei Betto

No atual modelo, a resposta à pergunta acima é não. É a opinião do papa Francisco. Prova disso é que ele acaba de convocar uma maratona democrática intitulada “Para uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação e Missão”. O objetivo é dar voz a 1,3 bilhão de católicos sobre o futuro da Igreja. O que pensam da participação das mulheres, do divórcio, dos grupos minoritários (gays, etc.), dos jovens, e de muitos outros temas polêmicos hoje dentro da instituição.

Continue Lendo

SEM PROJETO A FAVOR DO BRASIL, OLIGARQUIAS SÓ TÊM PLANO ANTI-LULA

Jeferson Miola                                       

O banqueiro Roberto Setúbal apela para o otimismo. “Temos de acreditar na terceira via” [17/10], proclama o copresidente do Conselho de Administração do Itaú-Unibanco, instituição que em 2020 obteve lucro líquido de R$ 18,5 bilhões e que no 1º semestre de 2021 já lucrou R$ 12,9 bilhões – cifra 59,4% superior ao lucro obtido no mesmo período do ano passado.

O jornalista Matheus Leitão injeta otimismo: “pesquisa traz boa notícia para a 3ª via” [16/10], escreve ele na revista Veja, explicando que o levantamento “Genial/Quaest traz um número interessante para os grupos do nem/nem – nem Jair Bolsonaro, nem Lula”: subiu de 24% para 29%.

Continue Lendo

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Por Elika Takimoto

O que é mais condenável em nossa sociedade: a injustiça ou o fracasso?

Por que, do ponto de vista do poder, o extermínio da população pobre não é visto como um mal a ser combatido?

Por que os países que mais pregam a paz são os que mais armas vendem?

Antes de estimular a demanda, a publicidade produz que tipos de violência?

Quem matou mais pessoas até agora: a Segunda Guerra Mundial ou a pobreza?

Seria possível um planeta constituído só de países ricos?

Continue Lendo