BRASIL TEM 6 ABORTOS POR DIA EM MENINAS DE 10 A 14 ANOS ESTUPRADAS

Por Matheus Magenta e Laís Alegretti / BBC e Folha

O aborto realizado legalmente em uma criança de 10 anos que foi estuprada no Espírito Santo virou campo de batalha no Brasil

Após autorização judicial, a menina foi levada a outro Estado no domingo (16/08) para interrupção da gravidez. Ela relatou que sofria abusos sexuais do tio desde os 6 anos e que não contava para os outros porque ele a ameaçava. O tio da criança está foragido.

Continue Lendo

A CADA 4 HORAS UMA MENINA COM MENOS DE 13 ANOS É ESTUPRADA NO BRASIL

Postado por Blog do Valentin

Dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que mostram que assassinatos no Brasil caíram 11%, enquanto mortes nas mãos da polícia aumentaram 19%, cujas vítimas são homens (99%), negros (75%) e jovens (78%)

O adolescente Marcus Vinícius da Silva, de 14 anos, e sete pessoas mais morreram por disparos durante uma operação policial no Complexo da Maré, no Rio, numa quarta-feira de junho do ano passado. O garoto ia para a escola quando foi atingido por um tiro estômago. A fria estatística indica que naquele dia 17 brasileiros foram mortos por tiros da polícia. Eles representam um inquietante fenômeno que está crescendo no Brasil. As mortes em ações policiais aumentaram 19% no ano passado, embora os assassinatos em geral tenham caído 11%, segundo o detalhado Anuário de Segurança Pública 2019 elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apresentado nesta terça-feira em São Paulo. Os especialistas (acadêmicos, policiais, juízes, procuradores) que elaboraram o relatório de 200 páginas ressaltaram que não existe relação de causa e efeito entre os dois índices.

Continue Lendo

AS REDES SOCIAIS FAZEM DE NÓS UNS BABACAS?

Por Blog do Valentin                                                                 Imagem: Pixabay

No último dia 12, postei aqui matéria que reproduzi da Folha sobre o livro “Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais”. Comprei o livro e estou lendo o último argumento. Digo sempre que informações nunca são demais, e mais do que nunca para conviver neste emaranhado de fotos, vídeos, likes, memes nas Redes Sociais é preciso se vacinar, até porque as consequências nefastas desses novos instrumentos se fazem sentir.

Basta ler que aconteceu nas eleições presidenciais nos EUA e com maior força nas presidências de novembro no Brasil. 

Escrito por Jaron Lanier, uma das maiores referências do Vale do Silício, os argumentos apresentados com certa dose de radicalismo, não deixa de ser uma vacina para os que não vivem 10 minutos sem estar conectado com o mundo virtual.

Continue Lendo

BULLYING: O ASSÉDIO É UMA PATOLOGIA SÉRIA QUE PRECISA SER COMBATIDA

Postado por Valentin Ferreira

Estudiosos do bullying – assédio moral infanto-juvenil – revelam que tanto os agressores quanto suas vítimas podem passar por grandes sofrimentos ao entrar na idade adulta. Segundo estudo, ambos terão maiores probabilidades de experimentar fracassos escolares, perdas de emprego e pobreza material, afetiva e psicológica. Podem também ser mais propensos a se tornar toxico-dependentes e criminosos, diferentemente de quem nunca teve nada a ver com o bullying, nem como vítimas nem como carrascos.

Por: Luis Pellegrini

Recente estudo feito por pesquisadores do Hospital Monte Sinai de Nova York mostra sob nova luz o bullying e os que praticam as modalidades de assédio moral infanto-juvenil. Segundo os cientistas, o comportamento agressivo e opressor  sobre os mais frágeis está ligado a alterações do mecanismo cerebral da recompensa, aquele complexo sistema de ações e reações que nos faz sentir prazer ao fazer alguma coisa (por exemplo fumar um cigarro) a ponto de querer repeti-la mais e mais.

Continue Lendo

ESTUDO MOSTRA COMO AJUDAR CRIANÇAS A DISTINGUIR NOTÍCIAS FALSAS

Postado por Valentin Ferreira

Como distinguir entre uma notícia falsa e uma verdadeira? A tarefa pode ser relativamente simples para um adulto, e ainda assim dependerá de fatores como escolaridade, nível de formação crítica e capacidade de interpretação. E se quem tiver que fazer essa distinção for uma criança? Com tantas ferramentas online disponíveis, a disseminação de conteúdos – verdadeiros ou falsos – acontece a uma velocidade impossível de ser medida e os jovens são tão impactados nesse sentido quanto os adultos.

Uma pesquisa realizada pela Common Sense Media, uma organização norte-americana sem fins lucrativos que se dedica a ajudar pais e educadores a ensinar às crianças o uso positivo dos meios digitais, apontou que os jovens acham importante o consumo de notícias, mas que nem sempre se veem representados nelas. O estudo News and America’s Kids: How Young People Perceive and Are Impacted by the News foi feito com 853 crianças entre 10 e 18 anos e indica que menos da metade dos entrevistados consegue distinguir entre uma notícia falsa e uma verdadeira.

Continue Lendo