PAUL SINGER PREVÊ DUAS TRANSFERÊNCIAS DE VOTOS: DE LULA PARA HADDAD E DE BOLSONARO PARA ALCKMIN

Postado por Valentin Ferreira

Uma vez começada a campanha oficial de rádio e TV, os prognósticos começam a “sair da caixinha”. O cientista político André Singer, com uma leitura estrutural do cenário político eleitoral – e não imediatista e ‘espasmódica’ – entende que o eleitor fará dois movimentos, depois de impugnada a candidatura Lula: vai migrar para Haddad e para Alckmin, levando essas duas personagens para o segundo turno. Para Singer, haverá duas transferências: de Lula para Haddad e de Bolsonaro para Alckmin.

Em sua coluna no jornal Folha e S. Paulo, o cientista político deu um tom técnico e histórico à sua leitura do cenário. Ele começa, dizendo: “com o início do horário eleitoral gratuito, começará uma das operações mais interessantes desde a redemocratização. Trata-se daquela a ser realizada por Geraldo Alckmin (PSDB) para esvaziar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), atraindo para si apoiadores do capitão reformado.”

Continue Lendo

ESTUANTES VOLTAM ÀS RUAS PARA CONTRADIZER ALCKMIN. Por Mauro Donato

Postado por Valentin Ferreira

“Se fosse prioridade como ele diz, porque estamos aqui?”, disse Raíra Alana da E. E. Plínio Negrão, na Vila Cruzeiro.

A aluna e mais outros milhares de estudantes ocuparam as ruas nesta quinta-feira (16) para protestarem contra a reforma do ensino médio, contra a aprovação automática, a favor da bolsa-auxílio e contra o teto de gastos imposto pelo governo Temer.

A manifestação nem foi uma reação espontânea a Geraldo Alckmin, pois já estava agendada há algum tempo. Mas as declarações feitas na véspera pelo ex-governador durante sabatina do Movimento Todos pela Educação (assim como no debate da Band), certamente colocaram mais lenha na fogueira.

Continue Lendo

MERCADO APOSTA FICHAS EM ALCKMIN PARA CONTINUAR O PROJETO DE MICHEL TEMER

Postado por Valentin Ferreira     / Imagem;José Cruz /Agencia Br

Ex-governador de São Paulo é o nome do capital para dar sequência à política de desmonte do Estado e retirada de direitos. “O PSDB é o cérebro do golpe e deste projeto”, diz João Sicsú

Segundo informações divulgadas na mídia comercial, boatos que circularam na tarde de terça-feira (7) derrubaram o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, que fechou em queda de 0,87%. O motivo seria uma possível delação premiada envolvendo o candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin.

Uma segunda corrente de boatos, porém, teria informações de que uma pesquisa traria notícias de que o desempenho do candidato não estaria dando sinais de recuperação. A pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje a partir de sondagem restrita ao estado de São Paulo – que traz Alckmin atrás de Bolsonaro e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera –, não permitiu comparação com o levantamento anterior, de maio, que teve abordagem nacional.

Continue Lendo

CENTRÃO DE TEMER E CUNHA, AGORA COM ALCKMIN, CONTINUA O DONO DA BOLA

Postado por Valentin Ferreira

Por Ricardo Kotscho /em seu Blog

O correntista suíço Eduardo Cunha, criador do consórcio do Centrão, está preso em Curitiba.

Michel Temer, o beneficiário, continua confinado no Palácio do Planalto, só esperando o fim do mandato, cercado por denúncias de corrupção contra ele e seus ministros.

Os dois se juntaram ao PSDB em 2016 para derrubar o governo do PT e implantar o projeto dos tucanos derrotados em 2014.

E agora estão novamente unidos com o Centrão, o dono da bola, o melhor retrato do Brasil de 2018, sob o comando de Valdemar da Costa Neto, do PR, aquele mesmo, o Golbery dos novos tempos.

Dono das bancadas BBB (do boi, da bíblia e da bola), o Centrão já mamava nos governos do PSDB e do PT, e se aboletou no de Temer, como quem faz baldeação no terminal de ônibus.

Continue Lendo

PSDB FOI O PARTIDO MAIS FIEL AO GOVERNO TEMER

Postado por Valentin Ferreira

(…)O partido foi – em média – o mais fiel a Temer, com 83,5% dos votos favoráveis, seguido pelo DEM, com 80,7%, e pelo próprio MDB do presidente, com 78,9% segundo levantamento da Folha de S.Paulo. 

Veja artigo de Leonardo Sakamoto

Alckmin afirma que PSDB foi sócio de um “intruso” no comando do país

”Você quando não tem voto, você é meio intruso.” Em sabatina a jornalistas do UOL, da Folha e do SBT, nesta quarta (23), o ex-governador de São Paulo e pré-candidato do PSDB à Presidência da República Geraldo Alckmin afirmou que faltou legitimidade a Michel Temer para governar.

”Quem ganhar essa eleição terá o apoio de, pelo menos, 55 milhões de brasileiros no segundo turno”, afirmou. ”A legitimidade nas urnas é muito forte.” Para Alckmin, além da falta de votos dados diretamente a Temer, o próprio processo de impeachment (um ”trauma”, segundo ele) também complicou as circunstâncias, dificultando a realização de reformas.

Continue Lendo: AQUI

 

 

Continue Lendo

A ALQUIMIA DO PODER PARA FAZER ALCKMIN PRESIDENTE

Postado por  Valentin Ferreira

Por Valentin Ferreira

Para ter eleições Alckmin precisa ser o vencedor. Este parece ser o desfecho das tramas do poder depois que encarceraram aquele que está em primeiro lugar nas pesquisas, e que, com certeza sendo candidato, e se tiver eleições, vence qualquer um dos que estão aí.

Os fatos ocorridos ultimamente indicam o que querem os donos do poder. Os que realmente mandam e manipulam o jogo para chegarem onde desejam: Ganhar a presidência. Para isso o descarte de uns para benefício de outros é evidente. Na esteira da condenação e prisão do ex-presidente Lula, das desistências de Huck e Barbosa, da soltura de Paulo Preto e mais algumas desistências de candidatos de direita que estão na bica para acontecer, tudo leva a crer que o caminho está sendo desobstruído para o candidato preferido dos patrocinaram o golpe.

Vejamos:

Fato 1 – Ao processar, condenar e trancafiar o ex-presidente Lula os donos do poder deram o passo mais importante para “limpar” o trajeto das urnas. Ainda que o ex-presidente mantenha a candidatura é quase certo que não vão tirá-lo de lá antes de novembro. O caminho para sua liberdade provisória está nas mãos do STF, … Continue Lendo