ESTADO DE S.PAULO ENDURECE A QUARENTENA NO NATAL E ANO NOVO E LIBERA APENAS SERVIÇOS ESSENCIAIS

Pessoas se aglomeram na Ladeira Porto Geral, em São Paulo, antes do Natal.AMANDA PEROBELLI / REUTERS

Por Beatriz Jucá /El País Brasil

Apenas serviços essenciais como farmácias, mercados e padarias poderão abrir nos dias 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro. Restaurantes, bares e comércio só terão autorização para delivery

O agravamento da pandemia do novo coronavírus levou o Estado de São Paulo, o mais populoso do Brasil, a aumentar as medidas de restrição entre o Natal e o Ano Novo. Nos dias 25 a 27 de dezembro e entre 1 e 3 de janeiro, grande parte do comércio voltará a fechar, com a liberação para o funcionamento apenas de serviços e atividades essenciais, como farmácias, mercados e padarias. Bares, lanchonetes e restaurantes só podem funcionar para delivery. Hotéis poderão receber hóspedes, mas aglomerações devem ser evitadas. A medida atinge as cerca de 46 milhões de pessoas que vivem no Estado, oficialmente classificado em uma fase mais branda do plano do governo paulista contra a covid-19, a amarela, para os dias não mencionados.

Continue Lendo

A MORTE TOMOU-NOS MAIS UM ANO, MAS O TEMPO DA VIDA NOS DÁ MAIS OPORTUNIDADES.

Por Valentin Ferreira

A única certeza que há na vida é a morte.

A cada ano que passa damos mais alguns passos em sua direção. Não há como escapar. Ricos, pobres, pretos, brancos, todos, não escapamos desse final.

Dizemos: Cada ano passa mais rápido. Cada dia é um piscar de olhos. Cada hora nem se fala.

A Vida, segundo o se crê é eterna, porém o que há depois do último pulsar do coração é assunto para muitas vozes e nenhuma conclusão.

O que nos resta é tentar dar à Vida o melhor sentido enquanto respiramos o ar deste lado da eternidade. Os sonhos e objetivos se entrelaçam na rede das nossas relações e todos, sem exceção, almejam a felicidade, que seria a melhor forma de dar sentido à Vida que muda de cor e feitio conforme os dias se vão.

Continue Lendo