PREVIDÊNCIA: A FALÁCIA DO ENVELHECIMENTO PERVERSO

Postado por Blog do Valentin

Nossa população está sim vivendo mais, mas isso não é uma “bomba-relógio demográfica”: a relação entre idosos, crianças e adultos é saudável. Em meio a mentiras, governo esconde o verdadeiro problema: o desemprego e um modelo econômico rudimentar

Por David Deccache / Outras Palavras

Muitos economistas se dizem preocupados com a questão demográfica no Brasil. O argumento é simples: no futuro, teremos menos trabalhadores em proporção ao número de idosos. Com mais idosos em relação ao total da população, uma maior parcela da riqueza produzida será redistribuída via previdência social. Se teremos mais idosos na população, logo gastaremos mais com os idosos. O desafio imposto pelo envelhecimento da população então seria o seguinte: teríamos menos trabalhadores em idade ativa para a produção de riqueza ao passo que teremos mais idosos que irão receber esse excedente sem, obviamente, participarem da produção do excedente. De forma simples, haverá menos pessoas trabalhando para produzir o excedente que será destinado para um número cada vez maior de aposentados.

Continue Lendo

APOSENTADORIAS E O CÉU PARA OS BRASILEIROS

Por Valentin Ferreira

Nosso “armado” presidente se aposentou aos 33 anos de idade. Foi afastado do  Exército brasileiro após 15 de serviços. Somente.  Hoje embolsa mensalmente R$ 9.135,00, 63 % acima do teto da previdência oficial, com afirma do Diário do Centro do Mundo, que reproduzo abaixo.

Ainda bem que tudo o que existia de ruim ficou no passado, nos Governos Lula e Dilma. Agora o otimismo impera e muitos  se refrescam com suco de  laranjas da excelente marca peésseele.

Continue Lendo

REFORMA DA PREVIDÊNCIA É EMPOBRECIMENTO PROGRAMADO

Postado por Valentin Ferreira

Por Paulo Moreira Leite / Brasil 247

Principal luta social de 2019, a resistência da maioria dos brasileiros ao projeto de reforma da Previdência acaba de ganhar um reforço indispensável no plano das ideias e argumentos.

Em vez alimentar o debate no plano da luta ideológica,  a Associação Nacional dos Participantes dos Fundos de Pensão (Anapar) patrocinou um levantamento da FSB Pesquisa sobre a realidade da população de 210 milhões de brasileiros que será chamada a pagar a conta de toda mudança que vier a ser realizada no  sistema de aposentadorias em vigor no país. Foram feitas 2045 entrevistas domiciliares com pessoas com mais de 16 anos, em 152 municípios, entre 8 e 13 de novembro. O resultado é um necessário banho de realidade. Exemplos:

–63% dos entrevistados dizem ter renda insuficiente para viver;

— 75% declaram ter dívidas. Desses, 33% se consideram muito endividados ou endividados;

— 13% poupam com regularidade; dos que poupam, 69% juntam até R$ 300 por mês;

—  42% dizem não poupar em função de já ter contas a pagar, além de dívidas passadas (8%), gastos com saúde e educação (5%) e outras despesas;

Continue Lendo

OS JOVENS QUE ESCOLHEM VIVER MODESTAMENTE PARA SE APOSENTAR AOS 40 (OU ANTES)

Postado por Valentin Ferreira

Os pais de Barney Whiter compraram sua casa própria quando ele começou o Ensino Médio no Reino Unido, em 1981.

“Eles fizeram o que todos os britânicos faziam na época”, diz ele, “casa grande, grande hipoteca”.

Pouco depois, veio uma grande recessão e as taxas de juros subiram para 17%. Como resultado, seus pais não tiveram outra opção senão cortar gastos: os dias de férias terminaram.

O pai de Whiter parou de comprar cerveja e passou a fazer sua própria. E a atitude do homem em relação ao dinheiro mudou para sempre: “Foi assustador dever muito dinheiro ao banco”, diz ele.

Whiter prometeu a si mesmo que nunca acabaria na mesma situação que a dos seus pais.

Continue Lendo