BOLSONARO DEVE INVADIR A ARGENTINA

Por Moisés Mendes em seu Blog

Esses argentinos estão pensando o quê? Eles não sabem que vieram jogar num país liderado por um homem fiel à ciência e às vacinas, um líder que chega a dormir de máscara para proteger seu povo?

Esses argentinos não sabem que o brasileiro é um povo consciente e
respeitador, que preserva a saúde coletiva?

Anvisa neles, Polícia Federal neles. Interpol, Anistia Internacional. E, se reclamarem muito, prisão perpétua.

Continue Lendo

PESQUISA DETECTA QUE “EXPRESSIVA MAIORIA” DOS BOLSONARISTAS ARREPENDIDOS QUEREM A VOLTA DE LULA

Por Miguel do Rosario

“Eu acho que a gente só dá valor àquilo que a gente perde. Acredito que Bolsonaro foi eleito justamente pelo discurso dele de mudança. Eu obviamente votaria no Lula”. 

O comentário, de um “bolsonarista arrependido” de 25 anos, classe média, residente na cidade de São Paulo, consta no relatório de uma pesquisa qualitativa sobre o eleitor bolsonarista, realizada entre os dias 14 e 29 de maio de 2021. Os autores do estudo são o IREE, hoje também conhecido pela empresa de cursos Kope, e o Lemep (Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública), este último vinculado à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Continue Lendo

PESQUISA IPEC: SE AS ELEIÇÕES FOSSEM HOJE, LULA VENCERIA BOLSONARO NO PRIMEIRO TURNO

Lula dispara nas pesquisas e ganharia no primeiro turno se eleição fosse hoje
(Foto: Ricardo Stuckert)

Do Brasil 247

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida para a sucessão presidencial do ano que vem, com 49% das intenções de voto, 26 pontos percentuais à frente de Jair Bolsonaro, que tem apenas 23%, aponta o Ipec em sua primeira pesquisa. 

Lula tem 11 pontos percentuais a mais do que a soma de seus possíveis adversários, e venceria o pleito em primeiro turno, caso as eleições fossem hoje. 

O pedetista Ciro Gomes (PDT) tem 7%, empatado tecnicamente com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 5%. Luiz Henrique Mandetta (DEM), ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, aparece com 3%. Brancos e nulos somam 10%, e eleitores que não sabem ou não respondem, 3%. A margem de erro é de dois pontos. 

Continue Lendo

POR QUE OS DITADORES E TIRANOS ENCHEM A BOCA FALANDO DE “POVO” ?

Presidente Jair Bolsonaro acena para apoiadores em Brasília, no dia 5 de abril. ERALDO PERES / AP (*)

Para eles, o povo é formado pelos mais incultos, pelos mais pobres, pelos que ficam sempre à margem das pessoas que detêm o poder e decidem o que é melhor para eles. Eles não precisam pensar. O tirano pensa por eles.

Por Juan Arias / El País Brasil

Não deve ser uma casualidade que os ditadores e tiranos adorem falar de “povo”. No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro sempre se refere ao povo. Dias atrás, disse a seus seguidores que está “aguardando o povo dar uma sinalização” para tomar decisões.

Quem é esse povo ao qual os ditadores sempre se referem? Em suas bocas, “povo” soa como um rebanho que segue fielmente as ordens do déspota. É a massa que obedece às cegas as ordens do tirano de plantão que a hipnotiza para torná-la objeto passivo de seus caprichos.

Para eles, o povo é formado pelos mais incultos, pelos mais pobres, pelos que ficam sempre à margem das pessoas que detêm o poder e decidem o que é melhor para eles. Eles não precisam pensar. O tirano pensa por eles.

Continue Lendo