O “BRASIL CORDIAL” CORRE O RISCO DE DESAPARECER?

Postado por Valentin Ferreira
 Por    Philipp Lichterbeck / Deutsche Welle

Do brasileiro cordial a Bolsonaro

Candidato de extrema direita apela aos instintos mais baixos do ser humano, e seus apoiadores incitam ao ódio e à violência. Não é necessário ser vidente para saber que um governo de pessoas assim resultará no caos.

air Bolsonaro será o próximo presidente da República. Não é necessário ser vidente para saber disso. É quase impossível que Fernando Haddad ainda consiga vencer a eleição.

O Brasil entrará, então, numa nova fase da autodestruição. Pois o projeto que Bolsonaro personifica não é positivo: ele não desperta alento nas pessoas, não cria esperanças no futuro nem se apresenta com ideias progressistas e modernos para um Brasil melhor.

Bem ao contrário: ele apela aos instintos mais baixos. Ele representa aquilo que o ser humano tem de pior. Ignorância, avareza, prepotência.

Continue Lendo