ORÇAMENTO SECRETO: OPERAÇÃO DE MÁFIA

Por Cristina Serra em sua página

Aos amigos do rei, as emendas

Recente decisão liminar da ministra Rosa Weber botou freio temporário no escândalo da compra de votos por meio das emendas de relator, na Câmara dos Deputados. Trata-se de patifaria que também atende pelo nome de orçamento secreto para favorecer os amigos do rei.

Já se vão trinta anos do caso que levou à criação da CPI dos Anões do Orçamento, referência à baixa estatura dos deputados implicados. Um deles, João Alves, ficou famoso por atribuir seu patrimônio à sorte na loteria e à benevolência divina. “Deus me ajudou e eu ganhei muito dinheiro”, disse à CPI, com a cara de pau, isso sim, que Deus lhe deu.

Continue Lendo

MINISTRA ROSA WEBER JOGA ÁGUA NA FERVURA DO “ORÇAMENTO SECRETO”

Rosa Weber tomou sua decisão sobre o orçamento secreto

A ministra do STF Rosa Weber determinou a suspensão por liminar a execução das chamadas “emenda do relator”. Essa manobra usada por Arthur Lira e Bolsonaro para aprovarem pautas na Câmara ficou conhecida como “orçamento secreto”. A ordem da magistrada vai ser levada para o plenário.

Rosa também falou que é preciso dar ampla publicidade às indicações feitas pelos deputados com esse tipo de emenda. Diferente do que tem ocorrido nos últimos meses.

Continue Lendo

DIÁRIO DO BOLSO: ESSE LIRA EU TOCO

Por José Roberto Torero

Diário, o Arthur Lira, meu candidato à presidência da Câmara, é um cara muito experiente.

Por exemplo, ele já tem uma boa experiência com essa história de dinheiro na cueca.

É que em 2012, seu assessor parlamentar Jaymerson José Gomes foi detido pela Polícia Federal no Aeroporto de Congonhas com dinheiro escondido embaixo da roupa.

E, por causa disso, seis anos depois a Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o Lira por lavagem de dinheiro e corrupção. Mas até agora não deu em nada. Isso mostra que ele também é experiente em enrolar a justiça, o que é muito importante.

Continue Lendo

MARCO DO SANEAMENTO É FALÁCIA E APROFUNDA SEGREGAÇÃO NO ACESSO, AFIRMA ESPECIALISTAS.

Proposta que abre espaço a privatização dos serviços de água e esgoto só depende de sanção de Bolsonaro para virar lei

Por Erick Gimenes /Brasil de Fato

O novo marco legal do saneamento básico, aprovado pelo Senado Federal na quarta-feira (24), não resolve os problemas que, de fato, existem no setor e ainda aprofunda a segregação social no acesso a água e ao esgoto, afirmam especialistas ouvidos pelo Brasil de Fato.

O projeto, que agora só depende de sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para virar lei, cria abertura para privatizações dos serviços prestados e extingue o modelo atual de contrato entre os municípios e as empresas estaduais de água e esgoto.

Continue Lendo

CÂMARA APROVA “SEGURO QUARENTENA” AGORA VAI SENADO

Do DCM

Aprovado na Câmara dos Deputados o “Seguro Quarentena” que segue agora para o Senado e depois ao Poder Executivo.

O QUE FOI APROVADO:

Benefícios do seguro quarentena – Renda Emergencial

VALORES

1. R$ 600 – individual
2. R$ 1200 – até dois membros da família
3. R$ 1200 – mulheres chefes de família com filhos menores de 18 anos

PERÍODO:

1. Três (3) meses, prorrogáveis por igual período

Continue Lendo