FABRICANTE DE AGROTÓXICOS É CONDENADA A PAGAR MAIS DE R$ 1 BILHÃO A AMERICANO QUE TEVE CÂNCER

Postado por Valentin Ferreira     O glifosato é um dos herbicidas mais usados no mundo

A companhia Monsanto, gigante da indústria química e do agronegócio, foi condenada pela Justiça americana a pagar US$ 289 milhões (R$ 1,1 bilhão) a um homem com câncer.

O jardineiro Dewayne Johnson afirma que sua doença foi causado por herbicidas da empresa.

Em um caso emblemático, um tribunal do juri na Califórnia considerou que a Monsanto sabia que seus herbicidas “Roundup” e “RangerPro”, que contém glifosato, eram perigosos e falhou em alertar os consumidores.

O processo foi o primeiro alegando que agrotóxicos com glifosato causam câncer a ir a julgamento.

A Monsanto nega que a substância esteja ligada à doença e afirma que vai recorrer da decisão.

Continue Lendo

A CÂMARA E O SENADO NÃO SÃO LUGARES PARA DECIDIR SOBRE AGROTÓXICOS, Por Jânio de Freitas

Postado por Valentin Ferreira

Um Projeto de Lei em tramitação no Congresso Nacional, é uma verdadeira bomba de efeito retardado. Caso aprovado, iremos ingerir muito mais veneno do que ingerimos atualmente. Abaixo o artigo de Jânio de Freitas na Folha hoje.

Fabricantes e ruralistas tentam aprovação de nova legislação para determinar o que podemos ingerir

A Câmara está discutindo nova legislação para determinar os agrotóxicos que devemos ingerir, sem saber, daqui para a frente. Até o fim do mês, fabricantes e ruralistas vão tentar a aprovação que não conseguiram, a meio da semana passada, sob fortes confrontos na comissão especial do assunto.

A incidência de câncer, apesar dos avanços da medicina e da pesquisa, cresce como um genocídio contra a natureza humana. As causas desse crescimento são muito imprecisas, para não as dizer desconhecidas. Mas são bem conhecidos os potenciais efeitos cancerígenos, entre outros também maléficos, do uso de agrotóxicos na agricultura, na pecuária e no  desmatamento. Veja Também

Continue Lendo

CABO DA PM QUE VIRA O CAPITÃO AMÉRICA PARA ALEGRAR CRIANÇAS DOENTES

Postado por Valentin Ferreira / da Carta Capital missão

O Capitão América prepara-se para levar Gustavo Sanchez ao jogo entre o Palmeiras e o Coritiba (Foto: Marivaldo Carvalho)

Após ficar entre a vida e a morte, Luiz Carlos de Paula usa suas horas vagas para visitar pacientes com câncer.

por Marivaldo Carvalho /Carta Capital
 

Luiz Carlos de Paula em nada se parece com o ator Chris Evans, intérprete do Capitão América nos filmes da Marvel. Sua barriga saliente emoldura os 95 quilos mal distribuídos por 1,73 metro de altura. Mas quem se importa? Quando De Paula surge de máscara, uniforme, escudo e triciclo, as crianças não têm dúvida: estão diante de um super-herói com o extraordinário poder de elevar a autoestima e transformar a angústia em sorrisos.

Continue Lendo