BOLÍVIA, CHILE, BACURAU

Por Paulo Nogueira Batista Jr

O leitor ou leitora que está aí, invisível, inacessível, atrás da tela onde ora vou digitando essas palavras, esse leitor ou leitora haverá de compreender, de certo, que escrever se mostra cada vez mais difícil? Estou à beira de desistir. Mas retiro o ponto de interrogação. Não cabe a dúvida – ironicamente presente na expressão “de certo”. O leitor desta coluna compartilha comigo alguns valores, opiniões e – sobretudo – angústias. Quem vivencia o momento atual, no Brasil e no mundo, sem angústia, sem pelo menos uma ponta de angústia, dificilmente estaria lendo estas palavras neste momento.

E, no entanto, não quero exagerar e muito menos propagar desalento. Nem todas as notícias são ruins – pelo menos as que nos chegam do exterior. Ao contrário. No campo político, algumas têm sido até excelentes.

Continue Lendo

CAETANO SOBRE “DEMOCRACIA EM VERTIGEM”: “O CINEMA AINDA PODE SER UMA ARMA”

O cantor celebrou a indicação do documentário da cineasta Petra Costa ao Oscar

Da Revista Fórum

O cantor Caetano Veloso comemorou através das redes sociais a indicação do documentário “Democracia em Vertigem” ao Oscar de 2020. Em postagem feita no início da noite desta segunda-feira (13), o artista resgatou uma entrevista em que exalta o filme da cineasta Petra Costa e o impacto que o filme ainda pode causar.

“O cinema ainda pode ser uma arma. O filme de Petra Costa é uma prova disso. Este filme está a causar um grande impacto! É forte, capaz de ensinar o Brasil aos brasileiros e a quem não é brasileiro. Quem não está por dentro do problema atual que veja este filme”, publicou o cantor em suas redes sociais.

Continue Lendo

“DEMOCRACIA EM VERTIGEM” É A VERTIGEM DOS ANTIDEMOCRÁTICOS

Petra Costa

A cineasta Petra Costa estava em Belo Horizonte na manhã desta segunda-feira (13) quando recebeu a notícia da indicação do seu filme Democracia em Vertigem para concorrer ao prêmio de melhor documentário. A cineasta comemorou com a família. 

“O trágico e o gratificante”, ela diz, “é que, ao mostrar o filme em campanha para o Oscar, em Los Angeles, Nova York e Londres, encontrei-me com hosts como Wim Wenders e Spike Lee e todos me diziam a mesma coisa: o público que se manifestou sobre o filme em todo o mundo. Essa história brasileira ganhou ressonância universal”, declara ao Estado de S.Paulo . 

Continue Lendo

TORRE DAS DONZELAS: O FILME

Postado por Blog do Valentin

Do Brasil de Fato

Durante minha adolescência, deparar-me com os documentos do grupo Tortura Nunca Mais foi um divisor de águas. A leitura crua de episódios de tortura, sobretudo de jovens militantes, marcou-me de forma definitiva.

Há exato um ano fui assistir, com a doce e querida Rioco Kayano e sua família, aqui em Brasília, o lançamento do filme “Torre das Donzelas”, que estreou nacionalmente apenas na quinta-feira (19), e do qual ela é uma das protagonistas. Mulheres que reconstroem, para a arte, em recriação cenográfica do espaço original, um fragmento da história política do país durante a ditadura civil-militar, em que foram encarceradas no presídio Tiradentes, em São Paulo, na ala que dá nome ao filme. Narram seu cotidiano, em que é possível reconhecer em suas forças a fragilidade que nos habita, e buscam manter uma fenda de contato com o mundo de fora das grades, organizando o dia a dia, partilhando desejos, sonhos, medos, angústias e afetos.

Continue Lendo

OBRAS RECENTES COMO “BACURAU” DERRUBAM MITO DO “BRASIL PAZ E AMOR”

Postado por Blog do Valentin 
País sempre deu certo para bandeirantes, coronéis e banqueiros, enquanto população afunda, diz autor

Por (*) Marcos Vinícius Almeida

Luiz Antônio Simas tem um texto brilhante sobre a trajetória do Brasil. Segundo ele, a questão não é que o país está “dando errado” agora. O Brasil sempre deu certo. Certo demais. Deu certo para bandeirantes, coronéis, latifundiários. E dá certo para os banqueiros, enquanto a maioria da população afunda.

Como mostrou o especial da Folha Desigualdade Global, apenas o Qatar —emirado árabe absolutista, governado pela mesma dinastia desde meados do século 19— supera o Brasil em concentração de renda no 1% mais rico. O Brasil é um tremendo sucesso. Para quebrar essa lógica, precisa “dar errado”. Como no mapa invertido de Joaquín Torres García, virar de ponta-cabeça.

Continue Lendo

CONFLITOS: PARA ENTENDER O BRASIL DE HOJE, É PRECISO CONHECER O BRASIL DE ONTEM

Postado por Blog do Valentin

“Não tem paz em lugar nenhum. É guerra em todos os lugares e o tempo todo”, diz o historiador e filósofo indígena Ailton Krenak no primeiro episódio da série documental Guerras do Brasil. doc, dirigida por Luiz Bolognesi (Ex- Pajé ).

A história do Brasil pós-colonização é uma sangrenta e contínua história de conflitos e violência; de opressão e resistência. E é dessa história que se trata a série de Bolognesi, recém chegada à Netflix e agora acessível a milhares de pessoas graças a distribuição via streaming.

Ao todo são cinco episódios de 26 minutos. Depois do piloto sobre a colonização, Guerras do Brasil.doc aborda as guerras de Palmares, a Guerra do Paraguai, a ascensão da Era vargas e a guerra do tráfico.

Continue Lendo