“A CONCENTRAÇÃO DE CAPITAL ESTÁ CADA VEZ MAIOR NO BRASIL”, DIZ PROFESSOR DA USP.

Alysson Mascaro – Jurista e Professor da USP (Foto: Divulgação)

Do Brasil 247

O jurista e professor da USP Alysson Mascaro afirmou à TV 247 que há um movimento no Brasil e no mundo de maior concentração de riquezas, mesmo diante de toda a crise financeira decorrente da pandemia de Covid-19.

“O que está acontecendo no mundo é uma espécie de aceleração da acumulação em mãos ainda menores. Ou seja, a concentração de capital está se tornando ainda maior. Para esses que têm todo o capital e que estão ainda tomando mais sangue do nosso povo, está ótimo. Efetivamente, nós estamos aumentando o número de bilionários no Brasil no ano da pandemia”, falou.

Continue Lendo

AS CONSEQUÊNCIAS DO COVID-19 REDUZIRIA A DESIGUALDADE SOCIAL NO MUNDO?

Para historiador, epidemias tiveram um efeito “nivelador’ da economia ao longo da história

Por Daniel Buarque / BBC

Apesar do duro impacto humano e econômico da pandemia de coronavírus em todo o mundo, a perspectiva histórica aponta que o Covid-19 tem o potencial de afetar positivamente o que é apontado como um dos maiores problemas do mundo atual: a desigualdade social.

Isso porque, ao longo da história, grandes epidemias tiveram efeito “nivelador” da economia, defende o historiador Walter Scheidel, professor da Universidade Stanford, nos Estados Unidos. O princípio visto ao longo da história é simples, ele explica em entrevista à BBC News Brasil: quando muita gente morre, há uma redução de mão de obra, então trabalhadores podem vender sua força de trabalho por salários mais altos, e as pessoas ricas passam a ter uma renda menor.

Assim, a desigualdade diminuiria.

Continue Lendo

SEIS BRASILEIROS CONCENTRAM RIQUEZA IGUAL AO PATRIMÔNIO SOMADO DE OUTROS 100 MILHÕES

Postado por Valentin Ferreira / do DCM / Via El PaísImagem da má distribuição de renda

Do El País

Jorge Paulo Lemann (AB Inbev), Joseph Safra (Banco Safra), Marcel Hermmann Telles (AB Inbev), Carlos Alberto Sicupira (AB Inbev), Eduardo Saverin (Facebook) e Ermirio Pereira de Moraes (Grupo Votorantim) são as seis pessoas mais ricas do Brasil. Eles concentram, juntos, a mesma riqueza que os 100 milhões mais pobres do país, ou seja, a metade da população brasileira (207,7 milhões). Estes seis bilionários, se gastassem um milhão de reais por dia, juntos, levariam 36 anos para esgotar o equivalente ao seu patrimônio. Foi o que revelou um estudo sobre desigualdade realizado pela Oxfam.

Continue Lendo

COMO A RIQUEZA VAI DESTRUIR A DEMOCRACIA. Por Antonio David Cattani

Postado por Valentin Ferreira / do Jornal GGN

Do Extra Classe

Podres de ricos investem no desastre social

Enviado por Antonio Ateu

Por Flavio Ilha

Economista, professor e um dos mais respeitados pesquisadores sobre a concentração de riqueza no mundo, Antonio David Cattani está lançando um novo livro. Em Ricos, podres de rico (Tomo Editorial, 64 páginas), disseca de forma didática e acessível – “sem economês”, salienta – como o aumento da riqueza nas mãos de poucas empresas ou pessoas é um risco à democracia, além de uma ameaça ao próprio capitalismo. “A crise de 1929 foi provocada pelo mesmo fenômeno que estamos observando agora. Em um, dois anos, vamos ultrapassar aquele patamar de concentração. É a crônica de um desastre anunciado”, diz nesta entrevista ao Extra Classe.


    ANTONIO DAVID CATTANI                                        Fotos: Igor Sperotto                                                                                      

Extra Classe – O senhor estuda a concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas há pelo menos dez anos. A que conclusões chegou nesse período?

Continue Lendo