A INDUSTRIA DO MEDO E A SÍNDROME DE “REGINA DUARTE”

Postado por Valentin Ferreira

Diante do risco da síndrome de Regina Duarte, o remédio é ativar o espírito crítico e não aceitar a manipulação da mídia e das redes sociais.

Por Luiz Carlos Famadas Jr/ Carta Capital

“Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz”, afirmou Platão.

Quando uma famosa atriz brasileira, no distante ano de 2002, disse em rede nacional de tevê que sentia medo de Lula e do PT como justificativa para votar em José Serra, mal percebia que utilizava um tipo de marketing pouco criativo.

Na verdade, o que havia de diferente naquela declaração era a forma crua e transparente como o medo foi utilizado. Normalmente isso ocorre no cotidiano sem que muitos percebamos.

Continue Lendo