PREPARE-SE PARA A MAIOR CAMPANHA DE MANIPULAÇÃO DA HISTÓRIA

“É mais fácil produzir consumidores do que subjugar escravos”

Por Jennifer Delgado Suárez / Psicóloga

Já começou. E nós somos o alvo.

O Gaslighting é uma forma de manipulação que nos faz duvidar de nossa própria sanidade – questionando o que experimentamos e visto – para aceitar a realidade, opinião e perspectiva que deseja impor o manipulador.

Não é um fenômeno novo. Em “1984”, George Orwell já havia feito referência a um Ministério da Verdade encarregado de reescrever a história e falsificar fatos, conforme a conveniência do sistema. Para conseguir isso, ele recorreu a todos os métodos à sua disposição, especialmente propaganda e mídia.

Continue Lendo

QUANTOS LIKES VALE A REVOLTA?

Prender-se somente ao que agrada fragiliza e esvazia o discurso (IMAGEM Linoca Souza/Folhapress

Por Djamila Ribeiro

Nos últimos anos temos nos deparado com um esvaziamento de conceitos transformadores.

Há uma tentativa de tornar superficial para que se retire o potencial revolucionário de lutas importantes. Por exemplo, em vez de se dizer que empoderamento é organização coletiva para transformação social, vemos propagandas vendendo empoderamento ligando-o ao consumo.

Não quero ser aquela pessoa que dita as coisas, nem a chata nostálgica. Entendo que é preciso, para muitos, ganhar dinheiro com as redes. Porém é preciso conhecer o caminho percorrido por aquelas que nos antecederam. Aprender com mulheres que desafiaram seu tempo e construíram um legado e chão batido para que outras pudessem caminhar.

Continue Lendo

VIVEMOS NUMA SOCIEDADE DAS APARÊNCIAS

Postado por Blog do Valentin

Do Pensar Contemporâneo

A ascensão do consumismo nos fez pensar que vivemos em uma sociedade materialista. Quando nossa felicidade depende do que possuímos e do que somos capazes de comprar, é difícil não pensar que o materialismo tenha se apropriado de nossa cultura. No entanto, o filósofo Alan Watts pensou que a realidade é ainda pior: ele estava convencido de que nossa sociedade não é materialista, mas idolatra as aparências. E a diferença é substancial.

Na sociedade das aparências, a essência se perde

Continue Lendo

CONSUMISMO COMO BUSCA PELA FELICIDADE E SUA PROBLEMÁTICA

Postado por Blog do Valentin

A prática consumista não responde ao anseio de felicidade humana e ainda impacta negativamente na vida da Terra.

Por Robert Henrique Sousa Dantas*/ Dom Total

Vivemos numa sociedade em que somos cada vez mais estimulados ao consumo e, por conseguinte, a uma exagerada produção de lixo.

Com a expansão da sociedade de consumo, amplamente influenciada pelo estilo de vida norte-americano e pelas mídias, o consumo se transformou em uma compulsão e um vício, estimulados pelas forças do mercado, da moda e da propaganda. Assim, a sociedade de consumo produz carências e desejos incessantes. Os indivíduos passam a ser reconhecidos, avaliados e julgados por aquilo que consomem, que vestem ou calçam, pelo carro e pelo telefone celular que exibem em público.

Continue Lendo

A ERA DO EXCESSO: ESTAMOS INTOXICADOS DE TANTA INFORMAÇÃO, COMIDA E FALATÓRIO INÚTIL

Postado por Blog do Valentin

Por Luis Pellegrini

Já parou para pensar na quantidade de informações que jornais, revistas, televisão e bilhões de sites na internet despejam diariamente sobre nossas frágeis estruturas cerebrais? Na miríade de ofertas gastronômicas feitas para inchar nossos estômagos e esvaziar nossos bolsos? Na enorme quantidade de energia vital que desperdiçamos falando e ouvindo tanto palavrório inútil? Sem falar nos carros que entopem as ruas, os remédios e roupas nos armários, o blá-blá-blá inconsistente dos políticos? Tudo que é demais intoxica. E, na verdade, estamos intoxicados.

Continue Lendo

PAPA FRANCISCO CRITICA DESIGUALDADE ENTRE RICOS E POBRES

Postado por Valentin FerreiraNa Missa do Galo, pontífice lamenta aumento da disparidade e “voracidade consumista” dos homens. “O homem se transforma em ávido e ganancioso. Parece que ter e acumular coisas é, para muitos, o sentido da vida”, afirma.

O papa Francisco criticou durante a celebração da Missa do Galo, nesta segunda-feira (24/12), a desigualdade entre ricos e pobres e, ainda, a “voracidade consumista” dos homens.

“Enquanto uns poucos realizam banquetes esplêndidos, muitos não têm pão para sobreviver”, afirmou o pontífice durante a sexta da Missa do Galo, na qual os católicos lembram o nascimento de Jesus.

Na homília, Francisco explicou que presépio significa “casa do pão”. E disse que Deus convocava hoje a humanidade a prestar a atenção ao fato de que os alimentos do mundo não saciam o coração.

Continue Lendo