COVID: BRASIL VIVE EXPLOSÃO DE CASOS E DE MENTIRAS “OFICIAIS”

Por Fernando Brito

O número de casos de Covid oficialmente registrado no Brasil não é apenas subestimado, é contraditório até mesmo com a migalha de testes que se consegue fazer.

Dois anos, quase, depois do início da pandemia, estamos vivendo um “apagão” de dados – e mais ainda de confiabilidade.

Sejam os números centralizados – os sistema do Ministério da Saúde completa um mês paralisado – sejam muitos dos dados produzidos por Estados e Municípios, nada é preciso.

Continue Lendo

COM O AUMENTO DE CASOS ENTRE JOVENS, FESTAS DO FIM DE ANO PODE PROVOCAR EXPLOSÃO DE COVID-19

Foto: Reprodução Google Imagens

Por Reuters Brasil

Quando uma jovem de Curitiba foi a um recente churrasco de família, ela não poderia imaginar que contaminaria 18 familiares com a Covid-19, dos quais três acabariam por morrer devido à doença.

A origem da infecção foi uma festa marcada pela internet, ignorando as recomendações de distanciamento social, como várias espalhadas pelo país que têm contribuído para uma aceleração recente dos casos de coronavírus após um período de queda.

Mesmo que na maioria dos casos jovens não desenvolvam quadros graves de Covid-19, muitos têm levado o vírus para lares onde moram idosos e pessoas com comorbidades, provocando uma alta na ocupação dos leitos hospitalares, segundo especialistas.

Continue Lendo

CIENTISTAS RECONHECEM TRANSMISSÃO DE CORONAVÍRUS PELO AR E REFORÇAM NECESSIDADE DE MÁSCARA

Agentes da vigilância sanitária em ação educativa para uso de máscara no centro de São Paulo – Eduardo Anizelli/Folhapress

Contágio por aerossóis, que podem ficar no ar por horas, aumenta preocupações sobre a reabertura

Por Everton Lopes Batista/ Folha

Artigos publicados nos últimos meses engrossaram as evidências de que a transmissão do novo coronavírus pelo ar, não só por gotículas de saliva, é possível e tem um papel maior do que se imaginava inicialmente.

Cada vez mais estudos confirmam a presença do vírus ativo em aerossóis de saliva expelidos por pessoas durante a fala, espirro ou tosse. Aerossóis de saliva são partículas líquidas muito pequenas, mas maiores do que o Sars-Cov-2, e por isso podem carregá-lo pelos

Continue Lendo