VIVER…

VIVER…

Viver é um risco. Sempre!

Viver plenamente, é arriscar-se para encontrar respostas.

Estar em um “grupo de risco” e fazer 69! (anos) é correr risco dobrado.

A vida sem risco e sem rabisco, é uma página em branco.

Viver vivamente é uma estupidez necessária. E realizadora.

Um “sujeito” se submeteu a morrer na cruz para nos dar vida em plenitude.

Então, por que não viver plenamente?

NB. (Fique vivo,fique em Casa)

Continue Lendo