CPI DA COVID 19: OS 11 CRIMES COMETIDOS POR BOLSONARO

Imagem ;Reprodução/Diário de Pernambuco

A mais recente versão do relatório final a ser votado pela CPI da Covid-19 vai propor o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em pelo menos 11 crimes, um passeio pelo Código Penal Brasileiro:

  • charlatanismo;
  • incitação ao crime;
  • falsificação de documento particular;
  • prevaricação; genocídio de indígenas;
  • epidemia com resultado morte;
  • infração de medida sanitária preventiva;
  • emprego irregular de verbas públicas;
  • crime contra a humanidade;
  • crime de violação de direito social; e
  • incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo.
Continue Lendo

O VÉIO APOSTA QUE NÃO PERDE NUNCA

Imagem: Reprodução

Por Moisés Mendes

O senador Humberto Costa fez as intervenções mais incisivas na CPI do Genocídio, quando do depoimento do véio da Havan.

Costa disse:

– O senhor é acusado de ser criminoso contumaz nessa pandemia.

E depois completou:

– O senhor Luciano Hang está rindo porque acham que a CPI não vai dar em nada, que é uma brincadeirinha. Vai dar, vai dar. Vai ter que responder no Ministério Público.

Continue Lendo

CPI: O GRANDE NEGÓCIO ERA ABRIR A VACINAÇÃO PRIVADA

Coronel Hélcio Bruno de Almeida (foto reprodução)

Por Fernando Brito

O depoimento do coronel Hélcio Bruno de Almeida , mesmo truncado por uma série de recursos ao habeas corpus que o permitia calar-se quando julgasse produzir provas contra si, ajudou a desenhar como era o plano dos aventureiros picaretas que surgiram, fora e dentro do Ministério da Saúde.

A ideVAia de que poderia haver uma compra gigante de vacinas, como ofereciam estes espertalhões, além de comissões que poderiam valer milhões, era aliviar a pressão política causada pela ânsia dos brasileiros por vacinas e permitir que entrasse em prática a vacinação privada, a peso de outro, que permitisse negócios lucrativos – e isentos de fiscalização – para os que contribuíssem para destravar um mercado bilionário.

Continue Lendo