O ÍNDIO E O HOMEM BRANCO

Por Blog do Valentin

Os 5 principais pontos de conflito entre governo Bolsonaro e indígenas (BBC)

A conflituosa relação entre o presidente Jair Bolsonaro e povos indígenas brasileiros ganhou um novo capítulo neste mês, quando membros de 45 etnias se reuniram em uma aldeia em Mato Grosso para protestar contra o governo.

No encontro, convocado pelo cacique kayapó Raoni Metuktire entre os dias 14 e 17 de janeiro, os indígenas afirmaram em um manifesto “que está em curso um projeto político do governo brasileiro de genocídio, etnocídio e ecocídio”.

“As ameaças e falas de ódio do atual governo estão promovendo a violência contra povos indígenas, o assassinato de nossas lideranças e a invasão das nossas terras”, diz o texto, redigido ao fim da reunião, na aldeia Piaraçu, na Terra Indígena Capoto Jarina.

Continue Lendo

POR QUE 19 DE ABRIL VIROU DIA DO ÍNDIO

Postado por Valentin Ferreira

Por BBC Brasil

O dia 19 de abril é conhecido no Brasil todo como o “dia do índio”, e essa data não foi escolhida à toa. Sua origem remete a um protesto dos povos indígenas do continente americano ainda na década de 1940, quando um congresso organizado no México se propôs a debater medidas para proteger os índios no território.

O Congresso Indigenista Interamericano, realizado em Patzcuaro, aconteceu entre os dias 14 e 24 de abril de 1940.

Leia também:

Em princípio, os representantes indígenas haviam se negado a participar do evento, achando que não teriam voz ou vez nas reuniões – que seriam comandadas por líderes políticos dos países participantes. Os índios, então, fizeram um boicote nos primeiros dias, mas, justamente no dia 19 de abril, decidiram aparecer no congresso para tomar parte nas discussões.

Foi por conta disso que a data escolhida para celebrar o dia do índio acabou sendo essa.

Continue lendo:AQUI

Continue Lendo

OS POVOS INDÍGENAS VÃO À UNIVERSIDADE

Por Valentin Ferreira

Thairaa-Laklãnõ-Xokleng_1-1-735x400Só entre 2010 e 2016, número de matrículas no ensino superior cresceu 255%. Auto-estima e política de quotas explicam salto. Estudantes narram complexidade das relações com academia

Por Andressa Santa Cruz, Clara Comandolli e Maria Teresa Mazetto | Foto Maria Teresa Mazetto, no Maruim /  Outras Palavras

“Temos que ocupar esses espaços para entender
e se proteger da sociedade não-indígena, mantendo na consciência
quantos dos nossos ancestrais já morreram nessa lura”
Lauhã Kamayurá, estudante de Geografia/UFSC

Continue Lendo