LEMBRA DESSA? “A REFORMA TRABALHISTA VAI GERAR MILHÕES DE EMPREGOS”

Os golpistas de 2016 (incluindo aí o então vice-presidente, o centrão, o atual presidente, empresários e a imprensa calhorda conservadora) afirmavam: “É só tirar a Dilma que nossos problemas econômicos serão resolvidos. A reforma trabalhista vai gerar milhões de empregos”.    Dilma Rousseff (PT) foi tirada do governo (sem crime de responsabilidade…) e o centão e o “mercado” colocaram lá um fantoche. Aí decidiram fazer a tal reforma (“deforma”) trabalhista na qual quem ganhou foram os patrões.

Os trabalhadores, mais uma vez, tomaram na cabeça.    E a “promessa” era “megalomaníaca”: Em dois anos seriam gerados 2 milhões de empregos. Em 10 anos, 6 milhões de vagas. Mas emprego não se cria só com canetada. É preciso planejamento, políticas, obras. Enfim…“tem que tê pojetú”, como diria o profexô Vanderlei Luxemburgo…

Continue Lendo

ELITE SUICIDA É MAIS UMA JABUTICABA BRASILEIRA

Postado por Blog do Valentin

Por Bepe Damasco em seu Blog

Que a burguesia nativa não tem um miserável projeto que seja de país é do conhecimento de todos e todas que possuem mais de dois neurônios.

Que o golpe do impeachment sem crime contra a presidenta Dilma revelou de forma cabal que a democracia é um valor supremo apenas para a classe trabalhadora, pois os privilegiados não hesitam em estuprá-la sempre que julgam conveniente, também é fato inquestionável..

Que o DNA escravocrata dos ricos expresso no ódio devotado aos negros e pobres, e na reprodução cotidiana da odiosa segregação entre casa grande e senzala, constitui-se em grave patologia social a impedir que o Brasil se firme como nação é outra evidência cristalina.

Contudo, chama atenção como grande parte dos nossos capitalistas – industriais, comerciantes, grandes produtores rurais e donos de empresas prestadoras de serviços, além dos banqueiros-,  não conseguem enxergar além de um palmo à frente do nariz.

Continue Lendo

O PREÇO DO GOLPE: 95% DOS DESEMPREGADOS ESTÃO ENTRE OS MAIS POBRES

Postado por Valentin FerreiraOs mais pobres são absoluta maioria neste momento de tragédia social

Por ConexãoJornalismo

A conta tinha que recair sobre os mais pobres. É exatamente entre os que conseguiram nos 13 anos do PT ascender socialmente, sair da linha da miséria e entrar na faixa de consumo que a crise gerada pelo golpe político que destituiu Dilma, gerando fechamento de empresas e desemprego, se verificou mais forte e intensa. Os números foram divulgados pelo Serviço de Proteção ao Crédito – que vê crescer mês a mês o número de inadimplentes. Como pagar se dinheiro não há?

Dados divulgados nesta semana expõem o aumento da desigualdade social nos últimos anos, com a crise econômica e política vivida no país. Um estudo realizado pelo SPC Brasil, o Serviço de Proteção ao Crédito, na quarta-feira (21), mostra que os mais pobres são maioria dos desempregados no país.

Continue Lendo